Copa América

STF pode barrar Copa América em sessão extraordinária na quinta-feira

Fabio Utz
Bolsonaro acolheu pedido da CBF para abrigar o torneio
Bolsonaro acolheu pedido da CBF para abrigar o torneio / MAURO PIMENTEL/Getty Images
facebooktwitterreddit

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, acolheu pedido da também integrante do órgão, ministra Carmén Lúcia, para a realização de uma sessão extraordinária da Corte que pode impedir a realização da Copa América no Brasil. O julgamento será realizado por 24, a partir da meia-noite de quinta-feira.

A solicitação se deu baseada em uma ação protocolada pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), sendo que o Partido dos Trabalhadores (PT) também entrou com um processo. "Considerando a fundamentada excepcionalidade do caso e a expressa previsão do art. 21-B, § 4º, do RISTF e do art. 5º-B da Resolução nº 642/2019, acolho a solicitação apresentada pela eminente Ministra Relatora, para inclusão do feito em sessão virtual extraordinária do Plenário desta Corte", diz despacho de Fux.

A Copa América, inicialmente programada para ocorrer na Argentina e na Colômbia, mudou de sede na semana passada. Em um rápido movimento, o agora presidente afastado da CBF, Rogério Caboclo, articulou junto ao presidente da República, Jair Bolsonaro, a possibilidade de organizar o torneio, que, a princípio, se inicia no domingo. Especialistas em saúde criticaram a postura do governo em meio à pandemia de Covid-19.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit