Sete jogadores sul-americanos que já estiveram em alta e hoje estão esquecidos

Victor Chagas
Luan é um destes jogadores que esteve em alta mas agora está quase esquecido
Luan é um destes jogadores que esteve em alta mas agora está quase esquecido / Alexandre Schneider/Getty Images
facebooktwitterreddit

Um jogador pode chamar atenção de todos devido a um ou dois torneios bem jogados em dada temporada. Porém, o bicho pega mesmo quando ele não consegue dar prosseguimento no seu bom desempenho, no seu nível, fazendo com que sua queda seja mais notada do que a sua ascensão meteórica.

Acompanhe, agora, sete jogadores sul-americanos que estiveram em alta e agora estão praticamente esquecidos.

7. Ezequiel Barco

Ezequiel Barco
Barco pelo Atlanta United / Perry McIntyre/ISI Photos/Getty Images

Meio-campista ofensivo, com grande atuação no Independiente-ARG, teve seu melhor momento na Copa Sul-Americana de 2017. Naquele mesmo ano, foi contratado pelo Atlanta United-EUA, quando todos imaginavam que ele iria para um clube europeu.

6. Cristian Pavón

Cristian Pavón
Pavón em campo pelo Galaxy / Roy K. Miller/ISI Photos/Getty Images

O ponta argentino era uma das grandes promessas do Boca Juniors -ARG. Após passagem pela seleção de seu país, Pavón começou a ver seu futebol cair vertiginosamente. Após passar para o banco de reservas em 2018, deu prosseguimento à sua negociação com o LA Galaxy-EUA. Com apenas 24 anos, o jogador foi esquecido por boa parte da mídia e dos amantes de futebol.

5. Miguél Ángel Borja

Miguel Borja, Wilder Cartagena
Borja pela seleção colombiana / Pedro Vilela/Getty Images

O centro avante colombiano foi um dos astros daquele time do Atlético Nacional, campeão da Copa Libertadores de 2016. Com 17 gols e o título, o Palmeiras foi atrás do jogador para reforçar o elenco, porém seu futebol não foi o mesmo em terras tupiniquins. Borja perdeu tanto protagonismo que acabou, até mesmo, deixado de lado nas convocações para Seleção Colombiana. Hoje o jogador está de volta à Colômbia, onde defende as cores do Junior Barranquilla, tentando recuperar seu bom futebol.

4. Luan

Luan
Luan com a camisa do Corinthians / Alexandre Schneider/Getty Images

O título de "Rei da América" em 2017, após conquista da Libertadores com o Grêmio, e uma medalha olímpica com a Seleção Brasileira, são algumas das coisas que Luan conseguiu em sua carreira meteórica. Com apenas 27 anos, o meio-campista parece já ter largado o futebol a muito tempo. Com a camisa do Corinthians foram apenas alguns lampejos em 2019 e nada mais do que isso. Desde então, o jogador fica no banco de reservas e não mostra que terá chance entre os titulares tão cedo.

3. Ricardo Centurión

Ricardo Centurión, Alexandro Bernabei
Centurion defendendo as cores do Vélez / Pool/Getty Images

Após passagem mediana pelo São Paulo e grande momento com a camisa do Boca Juniors-ARG, Centurión foi contratado pelo Genoa-ITA. Porém, no velho mundo o jogador passou despercebido e voltou para Argentina, acertado com o Racing-ARG, time onde o atacante brilhou novamente. Entretanto, devido a problemas disciplinares, acabou partindo para o San Luis-MEX. Hoje o jogador se encontra no Vélez Sarsfield-ARG.

2. Marlos Moreno

Marlos Moreno
Marlos Moreno pelo Santos Laguna / Manuel Guadarrama/Getty Images

O veloz ponta esquerda teve uma ótima temporada com o Atlético Nacional-COL, tanto que foi convocado algumas vezes pela Seleção Colombiana em 2016. Chegou a ser contratado pelo Manchester City-ING, mas por não ser aproveitado foi cedido para times como La Coruña-ESP, Girona-ESP, Flamengo, Santos Laguna-MEX e Portimonense-POR.

1. Matias Kranevitter

Claudio Kranevitter
Matias Kranevitter / Azael Rodriguez/Getty Images

Após belíssima temporada com a camisa do River Plate-ARG, Kranevitter, em 2015, foi contratado pelo Atlético de Madrid-ESP mas não conseguiu desenvolver seu futebol. Logo foi transferido para o Sevilla-ESP, onde também não mostrou suas qualidades como volante. Ainda foi transferido para mais dois clubes: Zenit-RUS e Monterrey-MEX. Com os mexicanos, desde a temporada 2019-2020, o jogador disputou apenas cinco partidas.

facebooktwitterreddit