Copa do Brasil

Semifinais da Copa do Brasil: confrontos, datas, premiações e retrospecto histórico

Lucas Humberto
Confrontos, datas, premiações e retrospecto histórico: veja tudo que se sabe sobre as semifinais da Copa do Brasil.
Confrontos, datas, premiações e retrospecto histórico: veja tudo que se sabe sobre as semifinais da Copa do Brasil. / Bruna Prado/Getty Images
facebooktwitterreddit

Com Santos, Fluminense, Grêmio e São Paulo dando adeus, as semifinais da Copa do Brasil foram definidas. Nos próximos meses, Athletico-PR, Atlético-MG, Flamengo e Fortaleza irão duelar pela taça e, obviamente, em prol das premiações.

Abaixo, você confere confrontos, datas, premiações e retrospecto histórico envolvendo cada clube classificado. De cara, já temos bons montantes arrecadados e grandes feitos na conta.


Confrontos e datas

Pedro Flamengo Atlético-MG Athletico-PR Copa do Brasil Fortaleza Semifinal
Próximas etapas do torneio já têm datas definidas / Wagner Meier/Getty Images

Nas quartas de final, o Furacão venceu o Peixe duas vezes pelo placar de 1 a 0; o Galo, por sua vez, também saiu vitorioso dos dois confrontos (2 a 1 na ida e 1 a 0 na volta); o impiedoso Rubro-Negro encerrou sua participação nessa etapa com o impressionante placar agregado de 6 a 0 diante do Imortal (na ida venceu por 4 a 0 e na volta adicionou mais dois tentos).

Leão do Pici, em contrapartida, empatou bravamente no primeiro jogo (2 a 2) e triunfou na segunda oportunidade, por 3 a 1.

Com os semifinalistas devidamente classificados, as próximas partidas vão acontecer na seguinte configuração:

  • Athletico-PR x Flamengo
  • Fortaleza x Atlético-MG

Segundo calendário da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), as semifinais irão acontecer nos dias 20 e 27 de outubro; enquanto as finais estão agendadas para 8 e 12 de dezembro. Questões como horários e ordem dos jogos ainda serão definidas posteriormente pela entidade.


Premiações

Igor Torres Fortaleza Copa do Brasil Semifinal Atlético-MG Athletico-PR Flamengo
Leão do Pici embolsou uma quantia expressiva até agora / Miguel Schincariol/Getty Images

Fator de suma importância quando falamos em competições nacionais, as premiações já renderam belas cifras aos classificados. Athletico-PR, Atlético-MG e Flamengo, como entraram direto na terceira fase do torneio, garantiram R$ 15,1 milhões ao todo - R$ 1,7 milhão da terceira etapa, R$ 2,7 milhões das oitavas, R$ 3,45 milhões das quartas e R$ 7,3 milhões das semifinais.

Fortaleza, por outro lado, embolsou ainda mais, uma vez que os comandados do já histórico Juan Pablo Vojvoda estão no campeonato desde a primeira fase. Assim, as cifras do Leão do Pici estão em R$ 17,2 milhões - R$ 990 mil na primeira etapa, R$ 1,07 milhão na segunda fase, além dos demais valores detalhados acima.

Quem avançar à decisão garante, pelo menos, mais R$ 23 milhões - valor pago ao vice-campeão. A equipe vencedora, por sua vez, soma mais R$ 56 milhões ao expressivo montante conquistado nos compromissos anteriores.

Fazendo um rápido exercício de projeção chegamos aos seguintes valores, considerando a possibilidade das quatro equipes vencerem o torneio: Furacão, Galo e Mais Querido poderiam receber, ao todo, R$ 71,1 milhão; enquanto o clube do Nordeste embolsaria R$ 73,2 milhões.


Retrospecto histórico

Adriano Athletico-PR Copa do Brasil Flamengo Fortaleza Atlético-MG
Em 2019, Furacão conquistou a Copa do Brasil / Lucas Uebel/Getty Images

Entre os envolvidos na próxima etapa, três times conhecem bem o caminho da decisão. Em 2019, o Furacão, à época comandado por Tiago Nunes, venceu o Grêmio na semifinal e derrotou o Internacional nos duelos derradeiros. O Galo, campeão em 2014, derrotou Flamengo e Cruzeiro nas fases decisivas.

Falando no Rubro-Negro, a equipe de Renato Gaúcho chega como maior vencedora da competição dentre os demais: são três títulos da Copa do Brasil, conquistados em 1990, 2006 e 2013 - este último foi decidido contra o Furacão, ou seja, teremos uma imponente reedição, mas desta vez na semifinal.

No caso do Fortaleza, a história já está feita: o clube chegou nessa fase do campeonato eliminatório pela primeira vez. Anteriormente, a melhor campanha do time havia sido alcançada em 2001, quando o Leão avançou às quartas de final. Na ocasião, o plantel cearense acabou sendo superado pela Ponte Preta.

facebooktwitterreddit