Copa do Brasil

Seleção das oitavas de final da Copa do Brasil

Antonio Mota
Gabigol e Arrascaeta não poderiam ficar de fora do time
Gabigol e Arrascaeta não poderiam ficar de fora do time / Wagner Meier/Getty Images
facebooktwitterreddit

A Copa do Brasil segue, agora com apenas oito times na disputa do título. Quer saber quais foram os principais destaques das oitavas de final do torneio? Confere aí a seleção montada pelo 90min.

1. Marcelo Boeck (Fortaleza)

Marcelo Boeck Fortaleza
Marcelo Boeck foi bem novamente na meta do Leão do Pici. / MB Media/Getty Images

Embora não tenha sido tão exigido quanto outros goleiros, Marcelo Boeck foi importante na ida e na volta e ajudou o Fortaleza a superar o CRB nas oitavas de final da Copa do Brasil. O experiente arqueiro fez boas defesas e evitou que o Leão do Pici sofresse mais do que o desejado.

2. Marcinho (Athletico-PR)

Marcinho
Marcinho deu duas assistências nas quartas de final da Copa do Brasil de 2021. / Pool/Getty Images

Marcinho não foi brilhante, mas participou de mais de 150 minutos da decisão entre Athletico-PR e Atlético-GO e contribuiu com duas assistências. O Furacão usufruiu bastante dos passes do lateral-direito.

3. Réver (Atlético-MG)

Rever Copa Brasil Galo
Réver não comprometeu e foi muito bem nos primeiros 90min das quartas de final da Copa do Brasil. / Pedro Vilela/Getty Images

Réver foi um dos principais personagens da decisão entre Atlético-MG e Bahia. Xerife do Galo, o zagueiro participou e foi eficiente tanto no ataque como na defesa. Além de ter marcado um gol, o veterano ainda fez mais de 10 cortes, travou quatro bolas e foi cirúrgico na zaga.

4. Tinga (Fortaleza)

Tinga Fortaleza
Tinga se encontrou no Fortaleza. / Miguel Schincariol/Getty Images

Tinga se consolidou como uma das referências do Fortaleza nas últimas temporadas e mostrou isso contra o CRB. Líder, o defensor foi um dos pilares da defesa do Leão do Pici diante do Galo, tendo feito 7 cortes, 3 desarmes, 2 interceptações e muito mais ao longo dos 180 minutos da decisão.

5. Reinaldo (São Paulo)

Reinaldo São Paulo
Reinaldo é um dos motores do São Paulo. / SEBASTIAO MOREIRA/Getty Images

Reinaldo é um dos motores do São Paulo. Contra o Vasco, o ala/lateral-esquerdo foi agressivo e conseguiu incomodar bastante, causando inclusive uma expulsão no Gigante da Colina. Com chutes perigosos e qualidade na bola parada, o lateral fez a diferença.

6. David Terans (Athletico-PR)

David Terans
Terans foi peça-chave na classificação do Furacão contra o Dragão. / Buda Mendes/Getty Images

David Terans não foi tão decisivo na volta quanto na ida, mas certamente foi determinante para o Athletico superar o Atlético-GO. Destaque em Curitiba, o meia-atacante marcou dois gols contra o Dragão. E isso já explica sua vaga por aqui.

7. Arrascaeta (Flamengo)

Giorgian de Arrascaeta Flamengo ABC
Arrascaeta comandou o 6 a 0 do Flamengo contra o ABC. / Wagner Meier/Getty Images

O meio-campista Arrascaeta tem se mostrado cada vez mais importante para o Flamengo. Contra o ABC, o camisa 14 precisou de apenas 57 minutos em campo para anotar um gol e dar uma assistência. Além disso, o meia também apresentou muitos passes decisivos (4) e deixou os adversários desnorteados no 6 a 0 no Rio.

8. Matías Zaracho (Atlético-MG)

Zaracho
Zaracho acabou com o Bahia. / Miguel Schincariol/Getty Images

Matías Zaracho simplesmente acabou com o Bahia no Mineirão. Em boa forma no Atlético-MG, o meia-atacante participou diretamente de dois dos três tentos do Galo contra o Esquadrão. Fez por merecer essa vaga.

9. Gabigol (Flamengo)

Gabriel Barbosa Copa Brasil Flamengo ABC
Gabigol acabou com o ABC no Maracanã. / Wagner Meier/Getty Images

Voando baixo no Flamengo, Gabigol atuou menos de 90 minutos contra o ABC, mas já foi o suficiente para acabar com o clube do Rio Grande do Norte. O camisa 9 marcou duas vezes e liderou o passeio por 6 a 0 diante do Elefante no Maracanã. E ali garantiu a vaga da equipe nas quartas de final da Copa do Brasil.

10. Rigoni (São Paulo)

São Paulo Emiliano Rigoni
Rigoni segue em alta no São Paulo. / Marcelo Endelli/Getty Images

Rigoni foi decisivo nas duas partidas do São Paulo contra o Vasco. Em ótima fase no Morumbi, o atacante marcou na ida e na volta das oitavas de final da Copa do Brasil e incomodou bastante o sistema defensivo do Gigante da Colina.

11. Wellington Paulista (Fortaleza)

Wellington Paulista Fortaleza
Wellington Paulista foi o cara da classificação do Fortaleza. / MAURO PIMENTEL/Getty Images

Ele não perdoa! Wellington Paulista marcou todos os três gols do Fortaleza nas oitavas de final da Copa do Brasil. O centroavante marcou duas vezes para garantir o triunfo contra o CRB na partida de ida e mais uma vez no jogo de volta. Foi muito decisivo.

facebooktwitterreddit