Brasileirao Série A

São Paulo perde pênalti, leva gol nos acréscimos e amplia sequência ruim no Brasileirão

Bia Palumbo
Goiás marca nos acréscimos e dá balde de água fria no São Paulo
Goiás marca nos acréscimos e dá balde de água fria no São Paulo / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Cerca de 40 mil torcedores foram ao Morumbi assistir ao jogo entre São Paulo e Goiás neste sábado (23) pelo Brasileirão. E o são-paulino teve a sensação de déjà vu, visto que o placar foi o mesmo da rodada anterior, 3 a 3, resultado insatisfatório para ambas as equipes, que até agora venceram apenas uma partida em julho no campeonato.

"Tivemos desatenção nas bolas paradas, mas a gente não pode se conformar com esse empate. Estamos em três competições, desgaste às vezes bate. A gente vem fazendo um bom trabalho, são muitos desfalques e temos muito a crescer. Vamos descansar porque vem uma sequência muito forte."

Diego Costa, zagueiro do São Paulo

O Esmeraldino surpreendeu com gol de Dadá Belmonte logo aos 8 minutos, mas os donos da casa viraram com gols em um intervalo de dois minutos marcados por Calleri e Rodrigo Nestor. Valentes, os visitantes reagiram com Danilo. Ainda no primeiro tempo Luciano teve a chance de recolocar o time do Morumbi à frente do placar, mas Tadeu acertou o canto e defendeu o pênalti.

O camisa 11 levou as mãos à cabeça, como se soubesse que o lance faria diferença. E o segundo tempo comprovou essa tese. Patrick até marcou o terceiro, mas no final Pedrinho fez boa jogada e cruzou para Pedro Raul, que levou a melhor sobre Diego Costa e evitou a derrota.

"Melhor Fizemos mais um grande jogo, é muito difícil jogar aqui, quero salientar o espírito da equipe que lutou até o final e dar mérito por conseguir um ponto fora de casa. É preciso melhorar alguns aspectos, mas temos uma semana aberta para treinar e ajustar isso. Nosso grupo está formando uma casca, resiliência para conseguir suportar os momentos difíceis. Estamos dando nosso melhor. Quando não conseguimos os resultados gente vende muito caro."

Pedro Raul, atacante do Goiás

G-4 cada vez mais longe

Sem vencer há cinco jogos, o Tricolor do Morumbi chegou a 11 empates em 19 rodadas no Brasileirão. Com apenas cinco vitórias até agora, o time precisa reagir se quiser terminar a competição na primeira parte da tabela. Com 26 pontos, a equipe comandada por Rogério Ceni pode terminar a rodada mais perto da zona de rebaixamento do que do G-6.

A situação do Goiás é ainda mais preocupante. Com apenas 22 pontos, o Esmeraldino só não corre risco de terminar o primeiro turno no Z-4 porque há dois confrontos diretos entre Cuiabá x Coritiba e
América-MG x Atlético-GO.

facebooktwitterreddit