São Paulo

São Paulo oficializa saída de Hernán Crespo em comum acordo - veja nota

Lucas Humberto
Argentino não resistiu ao desempenho irregular do São Paulo no Campeonato Brasileiro
Argentino não resistiu ao desempenho irregular do São Paulo no Campeonato Brasileiro / Wagner Meier/GettyImages
facebooktwitterreddit

Caiu! Hernán Crespo não é mais técnico do São Paulo. Na tarde desta quarta-feira (13), o clube oficializou a decisão que, segundo nota, foi tomada em comum acordo. Nas últimas semanas, a relação entre as partes ficou estremecida, sobretudo devido ao cenário conturbado do Tricolor Paulista no Brasileirão, que viu seu desempenho cair vertiginosamente.

Demais membros da comissão técnica argentina também estão de saída. Assim, o fim da "era Crespo" também marca a despedida de Juan Branda (auxiliar técnico), Alejandro Kohan e Gustavo Sato (preparadores físicos), Gustavo Nepote (preparador de goleiros) e Tobías Kohan (analista de desempenho).

Ainda segundo as informações do comunicado, o "clube abrirá um processo de busca no mercado pelo novo treinador". Crespo se despede com a histórica conquista do Campeonato Paulista no currículo - a taça encerrou um jejum de quase nove anos sem troféus. No entanto, depois do título, a sequência interminável de problemas físicos no elenco começou e nunca mais teve fim.

Ao longo dos últimos meses, as amargas eliminações na Copa do Brasil e Conmebol Libertadores contribuíram para o desgaste de Hernán. A situação piorou ainda mais com a polêmica rescisão contratual de Daniel Alves e a situação caótica no Campeonato Brasileiro - atualmente, o Tricolor tenta fugir do rebaixamento.

Veja a nota oficial do São Paulo

O São Paulo Futebol Clube informa que Hernán Crespo deixa o comando técnico da equipe nesta quarta-feira (13). A decisão foi tomada em comum acordo após conversa entre o treinador e a diretoria do Tricolor. Também deixam o Clube Juan Branda (auxiliar técnico), Alejandro Kohan e Gustavo Sato (preparadores físicos), Gustavo Nepote (preparador de goleiros) e Tobías Kohan (analista de desempenho), que chegaram ao Tricolor junto com o treinador.

Ao longo de oito meses, Crespo dirigiu a equipe na conquista do Campeonato Paulista e trabalhou em 53 partidas, com 24 vitórias, 19 empates e dez derrotas, aproveitamento de 57,23% dos pontos. . O time ainda foi comandado em outros quatro jogos pelo auxiliar Juan Branda, quando o argentino se recuperava de Covid-19.

O São Paulo agradece aos profissionais pelo trabalho e pela dedicação demonstrados durante todo o período em que defenderam nossas cores, e pela conquista do título do Estadual, triunfo esse que não era obtido desde 2005. De imediato, o Clube abrirá um processo de busca no mercado pelo novo treinador.

Hernan Crespo São Paulo Brasileirão Treinador
Crespo não conseguiu melhorar o desempenho do São Paulo no Brasileirão / Miguel Schincariol/GettyImages
facebooktwitterreddit