Fora do Campo

São Paulo denuncia episódios de racismo na Arena da Baixada – veja comunicado

Nathália Almeida
Athletico-PR venceu o São Paulo por 1 a 0 na Arena da Baixada
Athletico-PR venceu o São Paulo por 1 a 0 na Arena da Baixada / Vinicius Do Prado/Agência F8/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Mal que precisa ser fortemente combatido e expurgado da nossa sociedade, o racismo infelizmente parece entrar um lugar seguro no futebol. Vítimas de ataques de cunho racial a cada nova partida de Copa Libertadores ou Sul-Americana, as torcidas brasileiras também tem sido protagonistas de cenas lamentáveis de preconceito, como as testemunhadas na tarde deste domingo (31), na Arena da Baixada.

Após o encerramento da partida entre Athletico-PR e São Paulo na capital paranaense, começaram a circular, nas redes sociais, diversos vídeos gravados por torcedores são-paulinos em que se pode notar gestos racistas de torcedores do Furacão direcionados aos visitantes.

Além do ocorrido nas arquibancadas da Arena da Baixada, o São Paulo, enquanto instituição, afirma que um funcionário do clube foi vítima de ataques racistas em campo. Em comunicado oficial, o Tricolor Paulista afirmou que o profissional já registrou Boletim de Ocorrência.

Veja, na íntegra, o comunicado oficial do clube:

"Lamentavelmente, episódios de racismo foram presenciados neste domingo, na Arena da Baixada.

Um profissional do São Paulo FC, que estava trabalhando no campo, foi vítima de ataques racistas logo em seguida ao pênalti defendido pelo goleiro Felipe Alves. Ele vem recebendo o suporte do clube e já registrou Boletim de Ocorrência.

Nas arquibancadas, torcedores também relataram ataques nojentos, vítimas de criminosos que simulavam gestos de macaco.

É nosso dever denunciar. Não basta não ser racista, é preciso ser antirracista"

facebooktwitterreddit