Transferências

Venda de David Neres e Antony pode render quantia milionária ao São Paulo; veja valores

Wéverton Rodrigues
Neres tá muito próximo de se tornar jogador do Benfica
Neres tá muito próximo de se tornar jogador do Benfica / BSR Agency/GettyImages
facebooktwitterreddit

Formado no São Paulo, o atacante David Neres está perto de ser oficializado como reforço do Benfica e o clube paulista tem direito de 3% sobre o valor referente a qualquer transferência porque ele defendeu o Tricolor até os 19 anos, tendo em vista o mecanismo de solidariedade da Fifa.

Esta é a segunda vez que isso pode acontecer. Isso porque quando saiu do Ajax para o Shakhtar Donetsk, no início de 2022, o jogador de 25 anos já havia rendido R$ 2,2 milhões - vendido por 12 milhões de euros - para o time paulista. Neres acabou nem jogando na Ucrânia, tendo em vista os conflitos que abalaram o país nos últimos meses. Dessa forma, a oferta não atingiu os 16 milhões possíveis, somando as variáveis previstas no contrato.

Com o novo lucro por ser a equipe formadora do atleta, as transferências darão pouco mais de R$ 4 milhões aos cofres são-paulinos - isso porque o Benfica também deverá pagar 12 milhões de euros (R$ 64,5 milhões), rendendo mais R$ 1,9 milhão ao clube.

Já o caso de Antony, também do Ajax, é ainda mais animador para os são-paulinos, uma vez que o mais valia que o clube formador do atleta representa 20% de uma futura transferência. O Manchester United está entre os interessados e os valores especulados giram em torno de 60 milhões de euros (aproximadamente R$ 322 milhões), de acordo com notícias veiculadas na mídia britânica.

Dessa forma, como ficou previsto em contrato quando o jogador de 22 anos foi negociado com o Ajax, o time paulista lucrará a porcentagem informada tão logo o valor ultrapasse o mínimo de 16 milhões de euros numa revenda. Nesse sentido, em cima do valor pretendido pelo time comandado pelo técnico Erik Ten Hag, o lucro do São Paulo pode ser de 8,8 milhões de euros (quase R$ 48 milhões de reais).

Hoje, a dívida do Tricolor do Morumbi está na casa dos R$ 700 milhões e o orçamento previsto para 2022 possui metas ousadas, como por exemplo ser finalista da Copa Sul-Americana, chegar às quartas de final da Copa do Brasil e G-6 no Brasileirão, segundo informações divulgadas pelo ge. Nesse sentido, as transferências seriam muito bem vistas internamente pelo clube para ajudar no controle financeiro do caixa.

facebooktwitterreddit