Barcelona

Salvação? Empresa de Dubai se oferece para 'comprar' dívida do Barcelona

Fabio Utz
Presidente Joan Laporta aguarda parecer de dirigentes
Presidente Joan Laporta aguarda parecer de dirigentes / Fran Santiago/Getty Images
facebooktwitterreddit

Seria a salvação de um gigante do futebol? Pois então... uma empresa de Dubai teria oferecido 'comprar' a dívida do Barcelona por 1,5 bilhão de euros, o que poderia permitir aos catalães mais flexibilidade nas próximas janelas de transferências. Já existiria, inclusive, um documento formal nas mãos dos dirigentes do clube, segundo o canal catalão 8TV.

Barcelona Dívida Finanças Dubai Lionel Messi
Finanças impediram Barça de renovar com Messi / SAMEER AL-DOUMY/Getty Images

Como parte do negócio, o Barça não seria obrigado a fazer nenhum reembolso à empresa por dois anos, e o ressarcimento ocorreria de forma parcial, ao longo dos 12 anos subsequentes a este período de ‘carência’. Além disso, a taxa de juros seria baixa e haveria adiantamentos suficientes para dar à direção uma possibilidade de bancar contratações de certo vulto a partir de janeiro.

Erling Haaland Barcelona Dívida Dubai Mercado
Barcelona, em tendo dinheiro, pode investir em Erling Haaland / Matthias Hangst/Getty Images

Os problemas financeiros de Barcelona não são segredo. O clube deve mais de 1,3 bilhão de euros, o que o impediu de assinar novamente com Lionel Messi e o forçou a negociar cortes salariais com alguns de seus principais jogadores. Ou seja, a chegada desta misteriosa empresa se daria em boa hora, mesmo que isso signifique assumir mais € 200 milhões em dívidas na próxima década. A proposta agora está na mesa do vice-presidente de finanças Eduard Romeu e do CEO Ferran Reverter, que vão avaliá-la antes de se juntar ao presidente Joan Laporta para uma decisão final.

POSSÍVEIS ALVOS DO BARCELONA

Acredita-se que o meio-campista do RB Leipzig, Dani Olmo, seja a prioridade do clube para as próximas janelas, mas Laporta também quer contratar Erling Haaland, do Borussia Dortmund. Além disso, estaria de olho em Paul Pogba, que pode deixar o Manchester United de graça na metade de 2022.

facebooktwitterreddit