São Paulo

Saída via rescisão gera dívida milionária entre São Paulo e Hernán Crespo – veja valores

Vitor Beloti
São Paulo terá que pagar uma multa após rescindir com Crespo.
São Paulo terá que pagar uma multa após rescindir com Crespo. / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Nesta quarta-feira (13), o São Paulo anunciou o desligamento do treinador Hernán Crespo, que deixou a equipe principal do Tricolor Paulista. De acordo com a publicação oficial do clube, a decisão foi fechada de forma amigável e comum acordo, mas essa versão não dá conta de toda a verdade.

Segundo a apuração do globoesporte.com, o São Paulo ainda terá que pagar 750 mil dólares (cerca de R$ 4,1 milhões) de indenização por ruptura de vínculo, algo previsto em contrato. Por causa da grave situação financeira, o clube irá pagar o ex-técnico de forma parcelada durante os próximos meses, da mesma forma que será feita com Hernanes e Daniel Alves.

Hernan Crespo
Crespo irá receber cerca de 4 milhões de reais do São Paulo. / Wagner Meier/GettyImages

No contrato feito no início da temporada, foi colocada uma cláusula onde ocorreria uma redução gradativa na multa rescisória de Hernán Crespo. Caso a rescisão fosse feita ainda este ano, o valor seria de 750 mil dólares. Se a diretoria decidisse rescindir apenas em 2022, a multa cairia para 500 mil euros (R$ 2,7 milhões).

Mesmo com péssimos resultados no Campeonato Brasileiro, Hernán Crespo fez história no Morumbi. O São Paulo estava há 9 anos em jejum de títulos, e o argentino conseguiu colocar um fim nesta incômoda seca. No início do ano, a equipe comandada por Crespo conquistou o Paulistão de 2021 após a grande vitória, por 2 a 0, diante do Palmeiras, no Morumbi.

facebooktwitterreddit