Opinião

Rumo ao Internacional, Gabriel não se despede do Corinthians como um jogador qualquer

Lucas Humberto
Apesar do enredo dos últimos meses, Gabriel sai do Corinthians pela porta da frente
Apesar do enredo dos últimos meses, Gabriel sai do Corinthians pela porta da frente / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Gabriel e Internacional acertaram as bases do acordo. Aos 29 anos, o volante, até então do Corinthians, irá assinar um vínculo de três anos com o clube de Porto Alegre. Pedido pelo treinador Alexander Medina, o camisa 5 chega com o moral de quem reúne todas as características necessárias para ser um dos pilares do renovado Colorado.

Desde 2017 defendendo o manto alvinegro, Gabriel, ao contrário do que muitos vão dizer, não se despede do Parque São Jorge como uma peça qualquer. Vital em suas duas primeiras temporadas na equipe da capital paulista, o volante mostrou ser corintiano de corpo e alma. Várias vezes, diga-se de passagem.

Infelizmente (ou não), raça e amor ao clube não eliminam a necessidade de técnica e habilidade, características essas que não são vistas em Gabriel há tempo demais. Das canetas aos erros crassos de passe, o jogador se viu envolvido numa transferência que, no fim das contas, é muito mais vantajosa para ele do que para o clube. E talvez ele só perceberá isso daqui alguns meses.

Gabriel Corinthians Internacional
Gabriel em ação pelo Corinthians / Miguel Schincariol/GettyImages

Gabriel se despede do Timão com mais de 200 partidas. Desgaste físico e desnível técnico não são deméritos de atleta nenhum. Às vezes é a simples necessidade de encerrar ciclos falando mais alto. E, para o "raçudo" camisa 5, chegou a hora de partir para a próxima empreitada. As cores alvinegras não se esquecerão dele. Mas quem sabe o vermelho do Inter também não o vista bem...

facebooktwitterreddit