Olimpíadas

Rumo à final, mas falta um certo brilho: Brasil ainda não empolgou por completo no futebol olímpico

Fabio Utz
Brasil vai tentar sua segunda conquista seguida no futebol
Brasil vai tentar sua segunda conquista seguida no futebol / Atsushi Tomura/Getty Images
facebooktwitterreddit

A seleção brasileira de futebol masculino está, mais uma vez, na final dos Jogos Olímpicos. Porém, é fato que o time ainda não empolgou.

Excetuando o primeiro tempo arrasador da estreia diante da Alemanha, os comandados de André Jardine chegam para a disputa da medalha de ouro sem muito brilho. Alguém poderia questionar: mas Fábio, não é suficiente o Brasil estar invicto e ter o artilheiro do torneio? Para ser campeão, sim. Para o futuro do esporte, nem tanto.

Brasil Seleção brasileira Futebol Jogos Olímpicos Final México
Seleção precisou dos pênaltis para eliminar o México / Atsushi Tomura/Getty Images

Obviamente, uma eventual conquista em Tóquio vai elevar os campeões a outro patamar, eles serão observados mais de perto pelo mercado e ganharão outro status em seus respectivos clubes. Mas o torcedor queria mais. O desejo era ver, realmente, uma seleção bem acima das demais por conta dos talentos reunidos.

Sejamos sinceros. Todos nós esperávamos um pouco mais. Uma vitória simples sobre o Egito e uma classificação nos pênaltis sobre o México (4 a 1, depois de um 0 a 0 com bola rolando) não convenceram. Agora, fica a expectativa para a decisão. Que venha o ouro. E, de preferência, com uma atuação que coloque um selo positivo para esta conquista.

facebooktwitterreddit