Cruzeiro

Ronaldo propõe mudanças no contrato de compra da SAF do Cruzeiro e conselheiros questionam

Daniel Farias
Ronaldo Fenômeno comprou a SAF do Cruzeiro
Ronaldo Fenômeno comprou a SAF do Cruzeiro / GREGG NEWTON/GettyImages
facebooktwitterreddit

O termo SAF passou a ser muito utilizado no futebol brasileiro nos últimos anos. Referente ao conceito de Sociedade Anônima do Futebol, a sigla tem feito parte de diversas conversas e debates envolvendo clubes, investidores, jornalistas e torcedores. O Cruzeiro foi uma das primeiras equipes brasileiras a embarcar no tema, passando a ter como investidor o ex-jogador brasileiro Ronaldo. Nos últimos dias, porém, algumas questões envolvendo o negócio geraram debates nos bastidores do clube celeste.

O ex-atacante do Cruzeiro, que hoje é investidor da equipe mineira, fez algumas propostas de mudanças no contrato para que possa oficializar a compra em definitivo da SAF do Cruzeiro. Com isso, Ronaldo será dono de 90% da Sociedade Anônima do Futebol do clube mineiro. Faltam algumas pendências que devem ser levadas ao Conselho Deliberativo e isso precisa ser concluído em um prazo de 33 dias.

"A gente que acelerar isso. É muito difícil continuar e evoluir no projeto se eu não tiver essas garantias, até para gente ter novos investidores, patrocínios... O mercado está esperando essa definição para a gente alavancar e continuar trilhando o que a gente já começou. Um caminho difícil, duro e cheio de obstáculos."

Ronaldo, investidor do Cruzeiro
FBL-ESP-LIGA-REAL MADRID-VALLADOLID
Ex-jogador é hoje investidor do Cruzeiro / GABRIEL BOUYS/GettyImages

O Fenômeno tem um apoio importante na busca por essas mudanças no contrato - o presidente do clube, Sérgio Santos Rodrigues. "Ronaldo, inclusive, nasceu aqui e já demonstrou mais de uma vez que sua relação com o clube definitivamente não é apenas financeira. Nesse negócio todos querem o bem do Cruzeiro, não tenho a menor dúvida sobre isso. Por isso vamos começar a falar com cada conselheiro e torcedor para explicar os benefícios desse ajuste proposto. Não é para o bem de um ou outro, é para o bem do Cruzeiro!".

De acordo com informações divulgadas pelo ge, Ronaldo sugeriu assumir a dívida tributária que gira em torno de 200 milhões de reais, segundo ele mesmo divulgou. Ele também quer que a Toca da Raposa I e a Toca da Raposa II passem a ser propriedade da SAF - atualmente os centros de treinamento pertencem à associação. A visão do mandatário celeste não é unânime. De acordo com o UOL Esporte, conselheiros do clube estão questionando os possíveis ajustes.

"Entendemos que a negociação é, de um lado, extremamente lesiva e desproporcional ao Cruzeiro, e, de outro, excessivamente benéfica ao Ronaldo, motivo pelo qual buscamos um reequilíbrio de todas as questões envolvidas no negócio"

Carta de conselheiros do Cruzeiro

O site teve acesso a uma carta escrita por membros da Mesa Diretora do Conselho Deliberativo do Cruzeiro e eles reafirmaram o apoio a medidas que favoreçam o clube. "A Mesa Diretora do Conselho Deliberativo, em conjunto a Comissão de Apoio para Constituição da Sociedade Anônima do Futebol Cruzeiro jamais será empecilho para qualquer negociação, desde que não exista prejuízo à instituição centenária Cruzeiro Esporte Clube e a nem à sua imensa torcida."

facebooktwitterreddit