São Paulo

Rogério Ceni desabafa, faz cobranças e presidente Julio Casares manda recado para a torcida

Matheus Nunes
Ídolo do tricolor negou ter problemas com o elenco, mas não poupou críticas
Ídolo do tricolor negou ter problemas com o elenco, mas não poupou críticas / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Nem mesmo a primeira vitória na temporada fez o técnico Rogério Ceni mudar o tom de preocupação sobre o atual momento do São Paulo. Criticado, ele desabafou na entrevista coletiva após o jogo diante do Santo André e depois o presidente Julio Casares saiu em defesa do treinador.

"Quando trouxemos o Rogério Ceni, sabíamos do seu nível de trabalho, comprometimento e entrega que ele tem e oferece por onde passa. Buscar a perfeição no que faz, é um dos atributos do seu perfil", escreveu o mandatário tricolor no Instagram.

"Exemplo: jogador está parado há 30 dias no DM, quando eu vejo o jogador indo embora 13h45 está perdendo a oportunidade de melhorar rápido. Quando eu me machucava, tratava de manhã, de tarde e de noite para voltar logo... Então são ajustes e cobranças que geram insatisfação porque a pessoa tem que trabalhar por mais tempo. Eu penso no melhor para o clube."

Rogério Ceni, técnico do São Paulo

O presidente também revelou que estão sendo feitas melhorias nos departamentos do clube. "Estamos aperfeiçoando nossa estrutura em todas as unidades (conteúdo e físico), além de integrar a base de Cotia ao profissional da Barra Funda. Concluímos o 1º Ano de Gestão trabalhando incessantemente no processo de reconstrução da Instituição. Já temos avanços que logo serão conhecidos por todos. Todos no Departamento de Futebol estão trabalhando firmes e muito unidos", disse.

Casares ressaltou que também espera mais do time e que as cobranças no CT existem. "Temos plena consciência que temos muito a melhorar e também sabemos que em 2022, já temos sinais da recuperação financeira do trabalho saneado e iniciado em 2021, com o realinhamento, alongamento e um perfil de dívida renegociado a longo prazo", completou.

Na última quarta-feira (9), Ceni fez algumas declarações e deixou claro que não existe polêmica na sua relação com jogadores e funcionários. "Cumprimento todos e trato bem. Tem departamento que precisa melhorar mesmo. Quando eu cheguei não tinha água na piscina, tinha cadeira e mesa. Eu sou o cara chato que pediu para colocar água na piscina", finalizou o treinador.

O São Paulo é o 3º colocado do grupo B do Campeonato Paulista, com quatro pontos e apenas uma vitória. O Tricolor volta a campo no próximo domingo (13), contra a Ponte Preta, fora de casa.

facebooktwitterreddit