Rodrigo Dourado dá declaração emocionante após volta aos gramados pelo Inter; confira

Nathália Almeida
Corinthians v Internacional - Brasileirao Series A 2016
Corinthians v Internacional - Brasileirao Series A 2016 / Friedemann Vogel/Getty Images
facebooktwitterreddit

1 ano e três meses. 462 dias. Este foi o tempo de espera de Rodrigo Dourado para voltar a fazer aquilo que tem por vocação: jogar futebol. Eleito um dos melhores de sua posição na edição de 2018 do Brasileirão, o volante do Internacional vinha lidando com um edema ósseo no joelho desde julho do ano passado, lesão que implicou em duas intervenções cirúrgicas e um árduo período de recuperação até liberação do departamento médico para a transição física/treinos.

Reintegrado aos treinamentos/atividades de rotina desde o mês de setembro, Dourado retornou oficialmente aos gramados na noite desta quarta-feira (14), na vitória do Colorado por 5 a 3 contra o Sport, em Recife. Como destaca o UOL Esportes, o volante não escondeu a emoção em entrevista concedida após o encerramento da partida, admitindo que chegou a temer pelo pior durante o longo período de inatividade:

"Estou muito feliz. Só as pessoas próximas a mim sabem o que passei neste período, tudo que sofri. Passa muita coisa na cabeça... Pensei que não voltaria a jogar bola, que não conseguiria voltar a jogar futebol. Estou muito feliz, demais mesmo. Quero agradecer a todos que me ajudaram a retomar a carreira, a estar dentro de campo. Quem sempre me apoiou e esteve comigo", afirmou.

Além da reestreia de um de seus xodós, o torcedor colorado ainda recebeu outras boas notícias na noite: com o tropeço do Atlético-MG na rodada, o Inter está mais do que nunca na briga pelo topo da tabela de classificação. Ambos estão empatados em 31 pontos, com o Galo levando vantagem nos critérios de desempate. O clube gaúcho volta a campo no próximo domingo (18), contra o Vasco, em Porto Alegre.

facebooktwitterreddit