Copa Libertadores

River Plate é eliminado da Libertadores com polêmica de arbitragem; internet reage

Nathália Almeida
Vélez Sarsfield segurou empate sem gols no Monumental e avançou às quartas da Libertadores
Vélez Sarsfield segurou empate sem gols no Monumental e avançou às quartas da Libertadores / Marcelo Endelli/GettyImages
facebooktwitterreddit

100% de aproveitamento de brasileiros, goleadas e... polêmicas de arbitragem, pra variar. A noite de Copa Libertadores nesta quarta (6) teve um pouco de tudo, inclusive reclamação e eliminação de uma potência continental: o River Plate. Derrotados por 1 a 0 no jogo de ida das oitavas de final contra o rival Vélez Sarsfield, os Millonarios precisavam vencer no Monumental de Núñez para seguir sonhando com o pentacampeonato da América, mas não conseguiram superar a solidez defensiva do time de Liniers. E quando conseguiram, pararam no VAR de Rafael Traci.

Escalado para atuar como árbitro de vídeo no clássico argentino pelas oitavas da Libertadores, o brasileiro teve papel fundamental na anulação do gol de Matías Suárez, aos 37' do segundo tempo, por toque de mão. O lance dividiu opiniões e gerou enorme debate nas redes sociais. Confira:

É a primeira vez desde o ano de 2014 que a Copa Libertadores não terá River Plate ou Boca Juniors na fase de quartas de final. O Vélez Sarsfield, que não tem nada a ver com isso, terá pela frente outro adversário argentino na próxima fase: o Talleres, que eliminou o Colón com 3 a 1 no agregado.

facebooktwitterreddit