Copa Libertadores

River anuncia suspensão de seis meses a sócio do clube que atirou banana em direção à torcida do Fortaleza

Fabio Utz
Ato de racismo aconteceu em pleno Monumental de Núñez
Ato de racismo aconteceu em pleno Monumental de Núñez / Marcelo Endelli/GettyImages
facebooktwitterreddit

Não é raro, principalmente na América do Sul, ver clubes passando a mão na cabeça de torcedores que cometeram algum tipo de ato criminoso dentro de um estádio de futebol. Pois o River Plate, ao menos dessa vez, deu exemplo.

O clube puniu fã que jogou banana em direção à torcida do Fortaleza em jogo da Libertadores. O cidadão, apesar de não ter tido a identidade divulgada, foi identificado. Sócio da equipe de Buenos Aires, ele foi banido dos estádios por seis meses. Além disso, terá de passar por um curso de conscientização sobre consequências do racismo.

Milton Casco, Lucas Lima Fortaleza River Plate Libertadores Banana Suspensão Sócio Torcedor
Jogo foi realizado no Monumental de Núñez no dia 13 de abril / Marcelo Endelli/GettyImages

O ato aconteceu no último dia 13, durante partida entre as duas equipes, válida pelo Grupo F da competição continental, no Monumental de Núñez. Na ocasião, o River ganhou por 2 a 0, mas as imagens xenofóbicas varreram as redes sociais. O clube argentino ainda pode ser multado pela Conmebol, organizadora do torneio, em US$ 30 mil. A punição está prevista no regulamento da Libertadores. As duas equipes voltam a se enfrentar, dessa vez na Arena Castelão, em 5 de maio.

Para mais notícias do Fortaleza, clique aqui.

facebooktwitterreddit