Brasileirao Série A

Rigoni se revolta com anulação de pênalti para o São Paulo no Choque-Rei: 'Claríssimo'

Nathália Almeida
Rigoni se revoltou com marcação do árbitro Luiz Flavio de Oliveira
Rigoni se revoltou com marcação do árbitro Luiz Flavio de Oliveira / Miguel Schincariol/Getty Images
facebooktwitterreddit

Clássico sem polêmica de arbitragem existe?

No Brasil, raros são os jogos de peso em que os profissionais do apito conseguem sair de campo sem serem notados. E não será nesta noite de sábado (31) que o paulista Luiz Flávio de Oliveira conseguirá permanecer no anonimato: o Choque-Rei por ele conduzido contou com dois lances polêmicos ainda na primeira etapa, ambos desfavoráveis ao São Paulo.

Miranda, Deyverson
São Paulo e Palmeiras têm se encontrado com frequência em 2021 / Miguel Schincariol/Getty Images

O lance que mais gerou revolta em jogadores e torcedores do São Paulo nas redes sociais envolveu o zagueiro Gustavo Gómez e o atacante Marquinhos: em uma disputa na área, o defensor alviverde puxa de leve o rival, que vai ao solo. Luiz Flávio de Oliveira chegou a assinalar a penalidade em favor do Soberano, mas foi chamado ao VAR e acabou voltando atrás, decisão que revoltou o argentino Emiliano Rigoni. Em entrevista concedida na saída para o intervalo, ele reclamou:

"O pênalti, para mim, foi claríssimo. Estava ao lado, acho que teve uma carga. Estava sozinho para fazer gol. Para mim que estava muito perto foi claro."

Rigoni, sobre lance de Gómez

Perguntado sobre o lance, o zagueiro do Palmeiras se defendeu: "Minha reclamação era para isso, para falar que eu não queria fazer o pênalti, queria evitar. Para isso tem o VAR, para corrigir", disse.

facebooktwitterreddit