Realista ou soberbo? Jesus 'alfineta' plano de jogo do Fluminense após vice da Taça Rio

Jorge Jesus
Flamengo v Bangu - Carioca State Championship | Buda Mendes/Getty Images

Ao adentrar o gramado do Maracanã na noite desta quarta-feira (8) para a decisão da Taça Rio, o Flamengo tinha a chance de se consagrar bicampeão carioca de forma antecipada, já que havia vencido o primeiro turno e detinha a melhor campanha do torneio. O que quase ninguém esperava era que um 'desacreditado' Fluminense imporia grandes dificuldades ao time rubro-negro, segurando o 1 a 1 no tempo regulamentar e vencendo nos pênaltis graças ao brilho de Muriel.

Fernando Pacheco, Rafinha
Flamengo v Fluminense - Carioca State Championship | Buda Mendes/Getty Images

Em entrevista concedida à FlaTV após o encerramento da decisão, Jorge Jesus elogiou a atuação de seus comandados e, apesar de parabenizar o rival pela conquista da Taça Rio, fez questão de 'alfinetar' a estratégia de jogo adotada pelo Fluminense para o clássico. Apesar da impressão quase unânime de que o Flamengo fez um jogo muito abaixo do que pode, o treinador lusitano enxergou total superioridade de sua equipe:

"Quando se ganha nos pênaltis, é porque teve competência, foi melhor que nós nas penalidades. Não é loteria. Não foi por sorte que o Fluminense ganhou. O Flamengo praticamente dominou o jogo todo. Fluminense não nos criou quase perigo nenhum. Só jogou para não perder, ou então para não perder por muito. Nas grandes penalidades, que era aquilo que poderia acarretar, e que acarretou, que era melhor. E parabéns", afirmou.

Flamengo e Fluminense voltam a se enfrentar nos próximos dias 12 e 15 de julho, agora valendo o título do Campeonato Carioca. Dono da melhor campanha geral, o Rubro-Negro escolheu ter o mando do segundo confronto. Não há vantagem na decisão do Estadual.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.