LaLiga

Três pênaltis e muita emoção: os 5 fatos que simbolizam a vitória polêmica do líder Real Madrid

Bia Palumbo
Clube merengue voltou com tudo da Data Fifa e despachou mais um rival na caminhada rumo ao título espanhol
Clube merengue voltou com tudo da Data Fifa e despachou mais um rival na caminhada rumo ao título espanhol / MIGUEL RIOPA/GettyImages
facebooktwitterreddit

Nem mesmo a ausência do técnico Carlo Ancelotti, diagnosticado com Covid-19, foi capaz de frear o Real Madrid neste sábado (2), quando o time foi até a Galícia e venceu o Celta por 2 a 1, com gols de Benzema, pelo Campeonato Espanhol.

O placar significa que o clube aumentou a diferença para o vice-líder Sevilla - que tem um jogo a menos - para 12 pontos, mas a vantagem por apenas um gol de diferença diante do clube que está em 11º lugar pode servir de alerta principalmente porque ambos os gols foram de pênalti e os donos da casa ainda tiveram um tento anulado ainda no primeiro tempo, em cabeçada do brasileiro Thiago Galhardo.

1. Placar aberto logo cedo

Um dos fatores que contribuiu para que o time visitante conseguisse ter mais tranquilidade para construir a vitória foi o pênalti convertido logo aos 19 minutos de jogo por Benzema. No lance, o árbitro viu falta de Nolito em disputa com o zagueiro brasileiro Éder Militão dentro da área e o francês balançou a rede.

2. Gol anulado

Thiago Galhardo chegou ao clube espanhol em agosto, indicado pelo técnico Eduardo Coudet, que o comandou quando viveu uma das melhores fases na carreira, pelo Internacional, e desde então fez 27 jogos, mas marcou apenas um gol. Desta vez ele balançou a rede novamente, de cabeça, mas o lance no final do primeiro tempo foi anulado por impedimento de Iago Aspas. Este seria o gol de empate do Celta, algo que poderia mudar o roteiro do jogo, visto que aconteceu minutos antes do intervalo.

3. A volta por cima de Nolito

O veterano atacante espanhol teve um dia de altos e baixos. Protagonista no lance do pênalti que originou o primeiro gol, se redimiu com a torcida ao fazer o único gol com bola rolando. Ele desviou um cruzamento de Javi Galán e empatou aos 7 do segundo tempo.

4. Matías Dituro pega o pênalti

O goleiro argentino de 34 anos mostrou que mantém bom aproveitamento em penalidades ao pegar a cobrança que Benzema bateu no canto direito, então o placar continuava 1 a 1.

5. Bola de um lado, goleiro do outro

A alegria do Celta durou pouco - menos de cinco minutos. Aos 24, Mendy invadiu a área pela esquerda, Kevin Vazquez chegou na marcação, mas acertou o francês. O árbitro sinalizou o terceiro pênalti na partida e Benzema demonstrou que a experiência e a confiança estavam em dia ao repetir o chute no mesmo canto direito - mas desta vez a bola foi bem perto da trave e Matías Dituro resolveu cair para a esquerda, ou seja, como diz aquela expressão usada por torcedores, "nem saiu na foto".

facebooktwitterreddit