Brasileirao Série A

RB Bragantino x Botafogo: empresa responsável pelo VAR divulga nota admitindo erro em análise de impedimento

Wéverton Rodrigues
Linha que anulou gol de Artur foi traçada de forma equivocada
Linha que anulou gol de Artur foi traçada de forma equivocada / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

O desempenho da arbitragem no jogo entre RB Bragantino e Botafogo ainda está rendendo polêmicas. Isso porque, três dias após a realização do duelo em Bragança Paulista, válido pelo Campeonato Brasileiro, a empresa Hawk-Eye, responsável pela operação do VAR, divulgou nota oficial afirmando que houve um erro no que diz respeito à calibragem na análise do gol de Artur. Apesar disso, afirma: a anulação do lance, aos 15 minutos, foi uma decisão correta - os mandantes acabaram sendo derrotados por 1 a 0.

E este não foi o único lance que causou discussão nas partidas: além do impedimento assinalado, outro gol do Bragantino acabou sendo retirado, além de um possível pênalti não marcado em cima de Helinho. A maior revolta por parte dos comandados do técnico Maurício Barbieri e da torcida do time paulista aconteceu, porém, no lance em que Artur recebe lançamento de Sorriso e acaba marcando o que seria o primeiro gol da partida. Na ocasião, o impedimento foi marcado e, ao ser analisado junto à tecnologia do VAR, a linha traçada para anular o gol acabou sendo feita de maneira equivocada.

A partir dos áudios divulgados junto com a nota da empresa, é possível perceber que houve dúvidas por parte do VAR em relação ao defensor sobre o qual deveria ser definida a linha de referência para a análise do impedimento. Dessa forma, a escolha acabou sendo feita sobre o atleta Philipe Sampaio, penúltimo defensor do Botafogo. Além disso, a linha não foi traçada de forma paralela à linha presente no gramado. Depois de cobrar explicações da CBF, o Bragantino ouviu da comissão de arbitragem da CBF na última quarta-feira (6) que um equívoco acabou sendo constatado na operação do recurso tecnológico.

CARTA DA EMPRESA HAWK-EYE

Durante a partida BRAGANTINO x BOTAFOGO no dia 4 de julho, tivemos um incidente que afetou o uso correto da tecnologia de linha de impedimento virtual durante uma revisão de VAR. O problema foi causado pela posição da câmera de transmissão usada para essa decisão específica de impedimento, o que significa que uma calibração suficiente não pôde ser alcançada neste exato momento.

Infelizmente, o processo operacional correto não foi seguido para mitigar o efeito desse problema, e garantiremos que os mesmos sejam revisados e aprimorados para evitar tais situações no futuro. Gostaríamos de enfatizar que a tecnologia de linha de impedimento virtual estava totalmente funcional em ambos os lados deste incidente e podemos confirmar retrospectivamente que a decisão correta foi tomada pelo VAR no momento com o gol sendo anulado corretamente.

Pedimos desculpas à CBF, às duas equipes e aos torcedores pelo problema ocorrido e gostaríamos de reiterar nosso compromisso com a inovação e aprimoramento contínuos para continuar tornando o jogo mais justo e agradável para todos os envolvidos neste belo esporte.

facebooktwitterreddit