São Paulo

Questionado sobre ausências, Hernán Crespo responde: 'São Paulo vem antes de todos'

Lucas Humberto
Treinador argentino foi questionado sobre as ausências de Éder e Benítez
Treinador argentino foi questionado sobre as ausências de Éder e Benítez / Pool/Getty Images
facebooktwitterreddit

Com novo empate sem gols no Campeonato Brasileiro, o São Paulo se mantém na segunda metade da tabela. Após duelo contra o Atlético-MG, Hernán Crespo mais uma vez foi questionado sobre a ausência de Éder e Martín Benítez, que terminaram o jogo no banco de reservas. Esse tipo de questionamento, aliás, tem sido feito frequentemente ao treinador argentino.

Sem detalhar muito o porquê das escolher, o comandante respondeu: "Sem entrar em particularidades, é normal. Somos 38 profissionais no São Paulo. Vão jogar 11 e, talvez, entrar cinco. O resto, normalmente, vai estar insatisfeito. É normal. Então, todos temos que conviver com isso, do primeiro ao último".

Colocando o Tricolor Paulista como prioridade, ele ainda completou: "Aqui, a primeira coisa é o São Paulo. O São Paulo vem antes de todos. Antes de mim, do Benitez, do Rigoni, do Calleri, do Éder, do Volpi, do Arboleda. De todos. Primero, o São Paulo e, depois, todos atrás. Se alguma pessoa pensa que tem mais direitos de jogar pelo nome que tem aqui (às costas), está errada, seguramente".

Por fim, Crespo reforçou o pensamento coletivo em prol da busca por vaga na Libertadores: "Aqui, a primeira coisa é o São Paulo e tentar, todos juntos, buscar uma vaga na Copa Libertadores. O resto... Pensamentos individuais, seguramente não vão agregar nada ao grupo. Não é o caso, não aconteceu nada, mas a filosofia é essa".

Com 27 pontos na conta, o São Paulo aparece na 12ª colocação do Brasileiro e mantém a distância de seis pontos do Corinthians, último integrante do G6. No próximo domingo (03), o clube do Morumbi vai até Santa Catarina para duelar contra a Chapecoense, que está na lanterna do torneio nacional.

Miranda Hulk Hernán Crespo Brasileirão Atlético-MG São Paulo
Galo não conseguiu vencer a defesa do São Paulo / Miguel Schincariol/Getty Images
facebooktwitterreddit