Champions League

Quem se deu bem e quem se deu mal no sorteio das oitavas da Champions League

Lucas Humberto
Grande parte dos confrontos das oitavas da Champions League deverão ser equilibrados
Grande parte dos confrontos das oitavas da Champions League deverão ser equilibrados / FRANCK FIFE/GettyImages
facebooktwitterreddit

Com PSG x Bayern de Munique em destaque absoluto, as oitavas de final da Champions League estão definidas. Basta um rápido olhar nos confrontos para notar que o equilíbrio prevalece, certo? Dos oito duelos, pelo menos cinco prometem ser decididos nos detalhes. Esta análise você confere a seguir, quando nós destrinchamos quem se deu bem e quem se deu mal no sorteio da próxima fase do principal torneio europeu de clubes do calendário.

Quem se deu bem

Pep Guardiola, treinador do Manchester City
Guardiola pode celebrar o sorteio / Shaun Botterill/GettyImages

Com Haaland capaz de decidir qualquer partida, podemos dizer que o Manchester City certamente se deu bem, principalmente se pensarmos nos adversários possíveis. Apesar da crescente do RB Leipzig nas últimas rodadas da Bundesliga, ainda se trata de um embate desequilibrado, afinal, os ingleses estão mais acostumados ao frio da barriga do mata-mata de Champions.

Líder isolado da Série A Italiana e sensação da campanha 2022/23, o Napoli deu uma baita sorte. Embora Oliver Glasner tenha terreno para fazer o Eintracht Frankfurt crescer mais nos próximos meses, os italianos mostraram entrosamento e capacidade de decisão enquanto a maioria dos outros times ainda estava tentando encontrar a melhor formação em campo.

Mesmo sem a grife das principais ligas europeias, o Benfica liderou o Grupo H, que tinha Paris Saint-Germain e Juventus. Nas oitavas, os Encarnados vão enfrentar o Club Brugge, o típico time que impressiona pela qualidade na fase de grupos e até desafia alguns gigantes, mas que todos sabem: eventualmente vai cair. E, desta vez, será cedo.

Quem se deu mal

Randal Kolo Muani, atacante do Eintracht Frankfurt
Eintracht Frankfurt irá enfrentar a sensação desta metade de temporada europeia / Adam Pretty/GettyImages

Por consequência, RB Leipzig, Eintracht Frankfurt e Club Brugge se deram mal. Do trio, a dupla de alemães têm mais condições de impor dificuldades aos oponentes.

Em cima do muro

Neymar e Lucas Hernández em PSG x Bayern de Munique
PSG e Bayern de Munique protagonizam um dos embates mais aguardados das oitavas / Matthias Hangst/GettyImages

Nos cinco embates restantes, o equilíbrio prevalece - e nós vamos mostrar o porquê.

  • Liverpool x Real Madrid: precisa de pouquíssimas explicações, certo? Trata-se da reedição da final da última edição. Embora os Reds não estejam na forma mais regular possível, a equipe de Jürgen Klopp cresce contra grandes adversários. Não por acaso venceu Manchester City, Tottenham e passou muito perto de ganhar do Arsenal na Premier League. Decisão de detalhes.
  • Milan x Tottenham: com Leão, Tonali, Tomori, Bennacer e até Giroud em bom momento, os rossoneros estão em constante evolução no Calcio. Ainda assim, é impossível cravar que se deu bem uma equipe que enfrenta o Tottenham de Conte, Kane, Richarlison, Son e muitos outros. A tradição pesa para os italianos, mas o embate, dentro das quatro linhas, está em aberto.
  • Borussia Dortmund x Chelsea: na fase de grupos, os Blues só não passaram apuros contra o Milan. Na Premier League, o insosso plantel de Graham Potter encanta pouco. Fato que os alemães também não são nenhum exemplo de regularidade. E é exatamente pela soma de elementos que a expectativa é de equilíbrio. Passa quem conseguir melhorar...
  • Inter de Milão x Porto: outro dos casos em que até haveria favoritismo dos italianos, se não fosse o belo futebol mostrado pelos portugueses. Com exceção aos tropeços iniciais contra Club Brugge e Atlético de Madrid, o Porto entregou memoráveis exibições para a torcida nesta Champions. Lembrando que, nos últimos três anos, os Dragões bateram Juventus, Lazio e Milan.
  • PSG x Bayern de Munique: as gigantes torcidas de franceses e alemães vão se provocar falando que a classificação será fácil. Mas, lá no fundo, é fato que nenhum dos dois clubes gostariam se de enfrentar tão cedo assim. Quem avançar sairá fortalecido e certamente poderá se colocar entre os favoritos ao título.
  • facebooktwitterreddit