Fluminense

Quem se destacou e quem deixou a desejar no empate do Fluminense contra o Junior

Nathália Almeida
Fluminense ficou no empate por 1 a 1 contra o Junior
Fluminense ficou no empate por 1 a 1 contra o Junior / Pool/Getty Images
facebooktwitterreddit

Na noite da última quinta-feira (6), o Fluminense foi o último brasileiro a entrar em campo pela terceira rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores. Com o peso de mais uma viagem cansativa e problemática nas costas - os dois compromissos fora de casa contra times colombianos foram marcados por desafios logísticos -, o time carioca não fez a melhor das suas apresentações, mas conseguiu um placar que foi considerado bom por atletas e torcedores: empate por 1 a 1, resultado que manteve o Tricolor na liderança de seu grupo.

A seguir, listamos quem se destacou e quem deixou a desejar pelo lado do Fluminense no duelo:


DESTAQUES

1. Nino

nino fluminense
Nino esteve muito seguro em campo / Buda Mendes/Getty Images

Foi o melhor em campo pelo Fluminense no duelo. Muito seguro nos duelos aéreos e também nas antecipações por baixo, foi importante demais para que o time carioca conseguisse sair do Equador com um ponto. Comandou o sistema defensivo tricolor.

2. Kayky

kayky fluminense libertadores junior
Kayky anotou o único gol do Fluminense no duelo / Pool/Getty Images

O garoto sentiu um pouco a Libertadores nos primeiros jogos, mas esteve mais à vontade em campo ontem. Partiu pra cima, arriscou boas jogadas e anotou um gol de puro oportunismo dentro da pequena área após cruzamento, mostrando que sabe se posicionar. Tornou-se o jogador mais jovem da história do Fluminense a balançar as redes neste torneio.

3. Luiz Henrique

luiz henrique fluminense libertadores
Luiz Henrique sentiu falta de um apoio em seu setor / SANTIAGO ARCOS/Getty Images

Não se engane com as passadas largas e com o aparente "jeito desengonçado": Luiz Henrique é um dos jogadores mais inteligentes deste elenco. Ainda precisa crescer em alguns fundamentos, mas ontem foi um guerreiro pelo lado esquerdo do ataque, fazendo pivôs, paredes e jogadas individuais. Não teve com quem tabelar/dialogar por conta da atuação ruim de Danilo Barcelos.


DECEPÇÕES

4. Todo o setor de meio-campo

nene fluminense libertadores
Nenê não esteve em jornada inspirada / Pool/Getty Images

Martinelli, Yago Felipe e Nenê não estiveram em uma boa noite. O veterano armador até levou algum perigo nas bolas paradas, mas só isso. Já os dois volantes deixaram o torcedor preocupado: correram errado em diversas oportunidades, erraram muitos passes simples na saída de jogo. Com esse setor tão abaixo, foi difícil para o Fluminense criar chances reais de gol.

5. Laterais

fluminense libertadores lucas calegari
Calegari voltou a fazer um jogo abaixo da média / Pool/Getty Images

Dificuldade em ler o jogo e antecipar as jogadas: os dois laterais titulares do Fluminense tiveram os mesmos problemas contra o Junior. Calegari parece estar sentindo muito o peso da competição, enquanto que Danilo Barcelos só reforçou o porquê do questionado Egídio ser o titular na ala esquerda: cometeu faltas bobas, deixou espaços na defesa e não ajudou no apoio.

facebooktwitterreddit