Copa do Mundo 2022

Quem são as seis mulheres que integram o quadro de arbitragem da Copa do Mundo

Lucas Humberto
Neuza Back estará no Catar
Neuza Back estará no Catar / MB Media/GettyImages
facebooktwitterreddit

Pela primeira vez na história das Copas do Mundo, mulheres integrarão o quadro de arbitragem. Ao todo, serão seis profissionais, divididas entre árbitras principais e auxiliares. Neuza Back, rosto conhecido do futebol nacional, estará no Catar.

"Isso conclui um longo processo que começou há vários anos com a implantação de árbitras nos torneios masculinos juniores e seniores da FIFA", explicou Pierluigi Collina, presidente do Comitê de Arbitragem da entidade máxima do futebol. "Elas merecem estar na Copa do Mundo da Fifa porque estão constantemente em alto nível, e esse é o fator importante para nós", completou o dirigente.

Abaixo, você conhece cada uma das seis selecionadas para estar no Mundial.

Árbitras

1. Stéphanie Frappart (França)

Stéphanie Frappart Copa do Mundo Arbitragem
Frappart possui vasta experiência / John Berry/GettyImages

Acostumada a quebrar barreiras, Stéphanie Frappart tornou-se a primeira mulher a apitar uma partida da Champions League - vitória da Juventus sobe o Dínamo Kiev, em 2020. Em maio deste ano, a árbitra fez história novamente ao ser nomeada a dona do apito na decisão da Copa da França, disputada ente Nice e Nantes.

2. Salima Mukansanga (Ruanda)

Salima Mukansanga Copa do Mundo Arbitragem
Mukansanga apitou na CAN / KENZO TRIBOUILLARD/GettyImages

A vitória para Salima Mukansanga será dupla em 2022. Em janeiro deste ano, a árbitra tornou-se a primeira mulher a integrar a equipe de arbitragem de um confronto da Copa Africana de Nações. Ela apitou na vitória da Guiné sobre o Malauí por 1 a 0. "Deixando as mulheres orgulhosas. Deixamos a África orgulhosa" celebrou a Confederação Africana de Futebol.

3. Yoshimi Yamashita (Japão)

Yoshimi Yamashita Copa do Mundo Arbitragem
Yamashita durante partida da Liga dos Campeões da AFC / Thananuwat Srirasant/GettyImages

Habituada aos grandes compromissos do futebol, Yoshimi Yamashita tem em seu currículo eventos como a Copa do Mundo Feminina de 2019 e os Jogos Olímpicos de Tóquio. Em abril deste ano, ela tornou-se a primeira árbitra a conduzir um embate da Liga dos Campeões da AFC. Ela apitou o duelo entre Melbourne City FC e Jeonnam Dragons.

Auxiliares

4. Karen Díaz Medina (México)

Karen Díaz Medina Copa do Mundo Arbitragem
A mexicana costuma apitar em embates da CONCACAF / Manuel Guadarrama/GettyImages

Rosto conhecido dos gramados mexicanos, Karen Díaz Medina tem entre seus principais feitos a decisão da Liga MX 2020, disputada entre Pumas e Leon. Durante uma entrevista para o site da CONCACAF, a árbitra falou sobre a carreira: "Esta é uma profissão que faz você se apaixonar cada vez mais, pois a cada dia você pode enfrentar um novo desafio".

5. Kathryn Nesbitt (Estados Unidos)

Kathryn Nesbitt Copa do Mundo Arbitragem
Nesbitt durante partida da Liga dos Campeões da CONCACAF / Jam Media/GettyImages

Kathryn Nesbitt não cansa de se reinventar. Ex-professora de química, ela tornou-se a primeira mulher a integrar o quadro de arbitragem de um jogo das Eliminatórias da CONCACAF para o Mundial. Além disso, quem acompanha a Major League Soccer (MLS) costuma vê-la com frequência. Agora, a norte-americana estará dando um voo ainda mais alto.

6. Neuza Back (Brasil)

Neuza Back Copa do Mundo Arbitragem
Neuza Back será a única brasileira entre as mulheres / JUAN MABROMATA/GettyImages

Primeira representante brasileira no principal evento esportivo do futebol, Neuza Back também é dona de um vasto currículo. Jogos Olímpicos de Tóquio, Copa do Mundo Feminina, Mundial de Clubes de 2020 e, claro, competições do calendário nacional. Certamente está entre as principais profissionais do país.

facebooktwitterreddit