Santos FC

Quem é Mauricio Pellegrino, treinador no radar do Santos para a vaga de Lisca

Nathália Almeida
Mauricio Pellegrino foi procurado pela diretoria do Santos para a vaga de Lisca
Mauricio Pellegrino foi procurado pela diretoria do Santos para a vaga de Lisca / Marcelo Endelli/GettyImages
facebooktwitterreddit

Clube da Série A que mais movimentou o mercado de treinadores em 2022 - evidência de toda a turbulência esportiva/administrativa que marca sua temporada -, o Santos avalia opções e segue em busca de um substituto para Lisca, que deixou o comando da equipe alvinegra na última segunda-feira (12) após somente oito compromissos disputados.

De acordo com múltiplas fontes da imprensa sul-americana, um dos nomes que vem sendo estudado e avaliado nos corredores da Vila Belmiro é o de Mauricio Pellegrino, treinador de 50 anos que teve o Vélez Sarsfield como trabalho mais recente. Ele está livre no mercado desde o último mês de março, quando pediu demissão do clube de Liniers após 78 partidas: 37 vitórias, 19 empates e 22 derrotas.

Quem é Mauricio Pellegrino? Formação, carreira e estilo de jogo

Mauricio Pellegrino
Mauricio Pellegrino comandou o Vélez por quase dois anos / Pool/GettyImages

Apesar de não ter obtido sucesso em suas investidas recentes por treinadores estrangeiros - Jesualdo Ferreira e Ariel Holan duraram pouquíssimo tempo no clube -, o Santos parece inclinado a apostar novamente no mercado exterior para preencher sua área técnica.

Neste sentido, Mauricio Pellegrino figura dentre as possibilidades avaliadas pelo Peixe, agradando o clube por diversas razões: além de estar à disposição do mercado e de vir do futebol argentino - onde as cifras pagas a treinadores são bem inferiores em relação ao Brasil -, tem perfil jovem e moderno, conta com licença UEFA PRO e e experiências anteriores no futebol europeu.

Ex-zagueiro formado nas categorias de base do próprio Vélez, Pellegrino obteve enorme sucesso com a camisa do clube de Liniers, fazendo parte do elenco que conquistou a Copa Libertadores de 1994. Entre os anos finais da década de 90 e início dos anos 2000, defendeu clubes importantes da Europa, como Barcelona e Valencia.

Mauricio Pellegrino, ex-zagueiro do Valencia
Mauricio Pellegrino durante sua passagem pelo Valencia / Graham Chadwick/GettyImages

Depois de pendurar as chuteiras, seguiu no mundo do futebol estudando e se aperfeiçoando para se tornar treinador. Os anos como auxiliar no Velho Continente, com passagens por Valencia, Liverpool e Inter de Milão, o prepararam para "dar o salto", iniciando oficialmente sua carreira como técnico no Mestalla em 2012.

Entre passagens por mercados europeus e pela Argentina, teve como trabalhos mais longevos o Estudiantes (2013-2015) e o Vélez Sarsfield (2020-2022), sem títulos conquistados. Suas equipes costumam atuar no 4-2-3-1, tendo como filosofia a valorização da posse de bola, a verticalidade ofensiva e a solidez defensiva.

facebooktwitterreddit