Transferências

Quem é Graham Potter, técnico anunciado pelo Chelsea e elogiado por Pep Guardiola

Lucas Humberto
Tido como um dos técnicos mais promissores do futebol inglês, Potter parte rumo ao seu quarto trabalho profissional
Tido como um dos técnicos mais promissores do futebol inglês, Potter parte rumo ao seu quarto trabalho profissional / Mike Hewitt/GettyImages
facebooktwitterreddit

Todd Boehly, novo dono do Chelsea, escolheu Graham Potter para substituir Thomas Tuchel, demitido depois da derrota para o Dínamo Zagreb na primeira rodada da Champions League. Aos 47 anos, o comandante deixa o Brighton e assina um contrato de cinco anos com os Blues.

Segundo informações da imprensa internacional, o time de Stamford Bridge teria pago a multa rescisória no valor de 10 milhões de libras - cerca de R$ 96 milhões - para tirá-lo dos Seagulls. Potter estava vinculado ao seu antigo clube até 2025. Há expectativas pela estreia do comandante neste sábado, 10, contra o Fulham, pela quinta rodada da Premier League. Início de uma nova era.


Estilo ofensivo, carreira curta e ascensão: quem é Graham Potter, o novo técnico do Chelsea

Aos 47 anos, Potter caminha em direção ao seu quarto trabalho na promissora carreira. Antes de chegar ao Brighton, em 2019, o britânico nascido em Solihull, sul da Inglaterra, esteve à frente do Östersund, da Suécia, e do Swansea, do País de Gales mas que disputa os torneios ingleses - atualmente está na Championship, a segunda divisão local.

A estreia pelo Östersund não poderia tê-lo alavancado mais. Foram sete anos de trabalho, 224 partidas, 109 vitórias, 56 empates e 59 derrotas. Potter tirou a equipe da quarta divisão sueca e levou à elite. Não satisfeito com isso, o treinador garantiu ao time uma histórica participação na Europa League. Era questão de tempo até Graham dar saltos mais altos.

Graham Potter, técnico do Chelsea
Carreira de Potter no futebol inglês começou no Swansea City / Athena Pictures/GettyImages

E a oportunidade veio em 2018. Mas, pelo Swansea City, o técnico não conseguiu repetir o mesmo sucesso. Ele terminou a Championship na modesta 10ª colocação. Na tradicionalíssima Copa da Inglaterra, por outro lado, o britânico foi longe: caiu apenas na semifinal para o Manchester City. Era apenas uma prévia para o que viria na sequência.

"Estou incrivelmente orgulhoso e animado por representar o Chelsea, este fantástico clube de futebol. Estou muito animado em fazer parceria com o novo grupo de proprietários do Chelsea e ansioso para conhecer e trabalhar com o empolgante grupo de jogadores e desenvolver uma equipe e cultura das quais nossos incríveis fãs possam se orgulhar."

Graham Potter, novo técnico do Chelsea

Foi no Falmer Stadium que Potter deslanchou. As temporadas iniciais não tiveram tanto brilho assim. Na campanha 2019/20, o Brighton terminou a Premier League no 15º lugar. Na seguinte, em 16º. Mas em 2021/22, o nono lugar foi a coroação do projeto de longo prazo. A proximidade da zona classificatória aos torneios continentais indicava que bons frutos poderiam ser colhidos ali.

Graham Potter, técnico do Brighton
Potter construiu um grande trabalho no Brighton / Robin Jones/GettyImages

Potter deixa os Seagulls na quarta colocação da Premier League, com 13 pontos conquistados, cinco vitórias em seis partidas, 11 gols anotados e cinco sofridos. Foi sob comando do técnico que nomes como Yves Bissouma, hoje no Tottenham, e Marc Cucurella, contratado pelo próprio Chelsea, despontaram.

As conquistas do treinador se tornam ainda mais expressivas se levarmos em consideração as finanças. Em valor de mercado, o Brighton aparece em 17º lugar entre os 20 clubes da Premier League, segundo dados do Transfermarkt. A equipe está avaliada em 246,7 milhões de euros. Em contrapartida, o Chelsea aparece em terceiro, estimado em 798,5 milhões de euros.

"Também gostaria de deixar meus sinceros agradecimentos ao Brighton por me permitir esta oportunidade e em particular a Tony Bloom e a todos os jogadores, funcionários e torcedores por seu apoio contínuo durante meu tempo no clube"

Potter aos canais oficiais do Chelsea

Lateral-esquerdo em seus tempos dentro das quatro linhas, Graham Potter é tido como um dos treinadores mais promissores do futebol europeu. Ele é costumeiramente elogiado pelo estilo ofensivo. Aliás, entre seus admiradores está ninguém menos que Pep Guardiola. Estrategista nato, o inglês fez por merecer o salto na carreira em direção à nova era dos Blues.

Leia também:

facebooktwitterreddit