Impacto social

Quando futebol, política e democracia entram em campo

Redação 90min
Sócrates com a seleção brasileira.
Sócrates com a seleção brasileira. / Alessandro Sabattini/Getty Images
facebooktwitterreddit

Retratar o futebol pelo viés político do esporte é o grande propósito de Democracia Fútbol Club: o jogo de bola além das quatro linhas, do jornalista Roberto Jardim, que completa três anos em maio. Depois de 24 meses de pesquisas e de virar livro impresso pela coleção Campo de Jogo, da editora do portal Ludopédio, em 2020, o time que defende a liberdade e as lutas sociais agora está disponível em versão e-book.

A obra traça o perfil de 11 jogadores e um técnico de futebol politicamente engajados. A equipe que entra em campo num dos primeiros esquemas táticos do futebol, 2-3-5, tem nomes como os brasileiros Afonsinho, Reinaldo e Sócrates. Além de incluir argentinos, chilenos e uruguaios, como Carlos Caszely e Obdulio Varela. E os franceses Lilian Thuram e Éric Cantona. 

Democracia Fútbol Club apresenta ao leitor um futebol engajado e preocupado com o mundo além das canchas. Um jogo de bola que, mesmo em tempos duros, pode ajudar a trazer lançar luz ao debate. É a comprovação de que o esporte mais popular do mundo não é apenas um jogo. E, afinal, como Juca Kfouri pontua no prefácio da obra, “regar a plantinha da democracia é a tarefa de todos nós, em todos os campos”.

facebooktwitterreddit