Champions League

Pulisic coloca Estados Unidos em seleta lista da Uefa após vencer a Champions; entenda

Lucas Humberto
May 29, 2021, 8:19 PM GMT-3
Título do Chelsea aumenta lista de nações representadas por campeões da Champions League.
Título do Chelsea aumenta lista de nações representadas por campeões da Champions League. / DAVID RAMOS/Getty Images
facebooktwitterreddit

A vitória do Chelsea diante do Manchester City na grande decisão da Champions League 2020/21 está sendo repleto de histórias. Destacamos os feitos de Thomas Tuchel neste artigo e iremos dedicar este a outro personagem ilustre dos Blues: Christian Pulisic. Ele se tornou o primeiro representante de sua nação a vencer o torneio mais desejado do Velho Continente.

Manchester City Chelsea Champions League Estados Unidos Porto
Pulisic tornou-se o primeiro norte-americano campeão da Champions League. / MANU FERNANDEZ/Getty Images

Representando os Estados Unidos, o norte-americano entrou na seleta lista da Uefa, que agora está atualizada com 18 jogadores e seus países inéditos. Confira:

  1. Argélia (Rabah Madjer, Porto 1987)
  2. Bulgária (Hriso Stoichkov, Barcelona 1992)
  3. Canadá (Alphonso Davies, Bayern 2020)
  4. Costa Rica (Keylor Navas, Real Madrid 2016, 2017 & 2018)
  5. Egito (Mohamed Salah, Liverpool 2019)
  6. Estados Unidos (Christian Pulisic, Chelsea 2021)
  7. Geórgia (Kakha Kaladze, AC Milan 2003 & 2007)
  8. Hungria (Ferenc Puskás, Real Madrid 1959, 1960 & 1966)
  9. México (Rafael Márquez, Barcelona 2006)
  10. Peru (Víctor Benítez, AC Milan 1963)
  11. África do Sul (Benni McCarthy, Porto 2004)
  12. Rússia (Dmitri Alenichev, Porto 2004)
  13. San Marino (Massimo Bonini, Juventus 1985)
  14. Senegal (Sadio Mané, winner Liverpool 2019)
  15. Suíça (Stéphane Chapuisat, Dortmund 1997)
  16. Trindade e Tobago (Dwight Yorke, Manchester United 1999)
  17. Ucrânia (Andriy Shevchenko, AC Milan 2003)
  18. Zimbábue (Bruce Grobbelaar, Liverpool 1984)

Nas redes sociais, torcedores celebraram a realizações do norte-americano:

Para saber mais detalhes de como foi a decisão entre Chelsea e City, clique aqui.

facebooktwitterreddit