Transferências

Pulgar exalta torcida do Flamengo e evita responder sobre polêmicas na Justiça

Wéverton Rodrigues
Pulgar se envolveu em atropelamento e em acusação de estupro
Pulgar se envolveu em atropelamento e em acusação de estupro / Anadolu Agency/GettyImages
facebooktwitterreddit

Apresentado como reforço do Flamengo, o chileno Erick Pulgar vestiu a camisa rubro-negra nesta quinta-feira (4) no CT Ninho do Urubu. O meio-campista de 28 anos que volta ao futebol sul-americano após atuar na Europa teve contratação questionada por torcedores porque se envolveu em dois casos de polícia.

"Tudo o que aconteceu já passou. Não tenho medo [de ser vaiado]. Vou responder às críticas dentro de campo que é onde eu tenho que demonstrar meu futebol. Falo muito pouco da minha vida pessoal, só quero agradecer à diretoria pelo esforço que fizeram. Quando estive no Maracanã percebi a atmosfera que fazem, nunca vi uma torcida tão apaixonada."

Erick Pulgar, meio-campista do Flamengo

As polêmicas envolvendo Erick Pulgar

Segundo a ESPN Chile, o rubro-negro desembolsou 2,8 milhões de euros (aproximadamente R$ 14,9 milhões) pelo compatriota de Arturo Vidal. Registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, Pulgar já pode fazer sua estreia no time comandado por Dorival Júnior, ao qual chega sob contrato até dezembro de 2025, vindo da Fiorentina (Itália).

O extracampo dele chama a atenção por dois acontecimentos em solo chileno. Ele foi punido porque na véspera do aniversário de 19 anos, em 2013, atropelou um homem de 65 anos em Antofagasta, norte do Chile, e deixar o local sem prestar socorro à vítima, que faleceu após o acidente. "Pulgar foi condenado como autor do homicídio culposo, por agir negligentemente enquanto conduzia. A condenação lhe concedeu a pena de 300 dias de reclusão e dois anos de suspensão da licença, com o benefício de remição condicional da pena na Gendarmería de Chile (ou seja, substituição do cumprimento da pena privativa de liberdade por observação e assistência do condenado perante a Gendarmería de Chile)", explicou o Ministério Público, em reportagem publicada pelo ge.

Há ainda outra investigação em curso relativa a um caso de estupro em episódio ocorrido em junho deste ano, cujos detalhes seguem sobre segredo de justiça.

"Na noite de sábado (25 de junho), um grupo de amigos convidou um grupo de amigos para um encontro na minha casa. Foi normal. Nenhuma das 20 pessoas presentes notou algo estranho. Uma vez terminado o encontro, cada um foi para sua casa por seus próprios meios. Ontem (28 de junho), uma das pessoas presentes à reunião, com a qual nunca tive qualquer tipo de relação, fez uma denúncia informando que tem hematomas por seu corpo e não recorda absolutamente nada do que aconteceu na noite de sábado. Me coloquei à disposição e declarei tudo que vi. Com a informação que pude coletar, não tenho conhecimento de nenhum delito que houvesse sido cometido na minha propriedade. Entendo que a pessoa que fez a denúncia tenha intenção de esclarecer o que aconteceu naquela noite. Eu também. Por isso me ponho à disposição da Justiça para colaborar com tudo que seja necessário. Diante dos rumores infundados e a informação tendenciosa que foi publicada hoje (29 de junho), quero esclarecer firmemente que não estou envolvido em nenhuma classe de denúncia ou delito", publicou Pulgar no Instagram em conta que foi excluída.

"Quero deixar claro de uma maneira bem transparente que a diretoria buscou informações sobre um assunto grave que foi exposto na contratação do atleta. O Flamengo teve todos os cuidados possíveis. Tenho filha, mulher e mãe, mas também tenho filho e não gostaria de que ele fosse acusado de algo que não procede, isso é muito ruim. O que se tem até hoje é um rapaz que foi testemunha de um problema ocorrido na casa dele. Houve investigação e penalidades para algumas pessoas, depois quando a polícia chilena apontou fatos todo mundo entendeu. Sobre a parte esportiva é inquestionável, é um jogador que vai nos ajudar muito."

Marcos Braz, VP do Flamengo

Vale lembrar que Pulgar já vem trabalhando com o grupo rubro-negro há alguns dias e reencontrou Arturo Vidal, compatriota com quem trabalhou na Seleção Chilena. Caso tenha condições físicas, o novo camisa 5 do Flamengo pode estrear já neste sábado (6), em jogo diante do São Paulo, no Morumbi. Ele também está regularizado para atuar no jogo da volta das quartas de final da Libertadores, contra o Corinthians, na terça (9) no Maracanã. 

facebooktwitterreddit