Futebol Internacional

Presidente Nasser al-Khelaïfi deixa futuro de Neymar no PSG em aberto

Matheus Nunes
Com apenas 13 gols, Neymar fez em 2021/222 a pior temporada desde que chegou ao futebol europeu
Com apenas 13 gols, Neymar fez em 2021/222 a pior temporada desde que chegou ao futebol europeu / Tim Clayton - Corbis/GettyImages
facebooktwitterreddit

Em entrevista ao jornal espanhol Marca nesta terça-feira (21), o presidente do PSG, Nasser al-Khelaïfi, desconversou ao ser questionado sobre a permanência de Neymar para as próximas temporadas.

"Não podemos falar desses temas na imprensa. Uns virão, outros irão, mas são negociações privadas", disse o dirigente. O craque brasileiro tem contrato com o Paris até junho de 2025.

Nesta última temporada, o atacante de 30 anos marcou 13 gols em 28 jogos. Algumas atuações fizeram com que o camisa 10 saísse de campo vaiado, mas ele representou a Seleção Brasileira na última data Fifa e ainda foi bem, marcando gol que se aproximando do recorde de Pelé.

Quem também não sabe até quando permanece no time é Maurício Pochettino. O argentino deve deixar a equipe em breve, já que o PSG anunciou que procura um novo comandante no mercado. Nasser negou conversas com Zinedine Zidane, um dos cotados pela imprensa europeia para assumir o cargo, e confirmou os rumores de que o clube teria procurado Christophe Galtier, técnico do Nice.

"Nunca falamos com ele, nem direta nem indiretamente. Muitos clubes estão interessados ​​nele, seleções também, mas nunca discutimos com ele. Escolhemos um treinador que será o melhor para o que queremos colocar."

Presidente do PSG sobre Zidane
facebooktwitterreddit