Futebol Internacional

Proibido de jogar na Itália, Eriksen pode retornar ao clube que o projetou, diz jornal

Lucas Humberto
Aos 29 anos, Eriksen foi campeão italiano pela Inter de Milão
Aos 29 anos, Eriksen foi campeão italiano pela Inter de Milão / Stuart Franklin/GettyImages
facebooktwitterreddit

Depois da Inter de Milão anunciar que Christian Eriksen não poderá mais atuar no futebol italiano, o futuro do dinamarquês começou a ser discutido pela imprensa estrangeira. Segundo informações do jornal Corriere dello Sport, o meio-campista pode retornar ao Ajax, clube que o projetou mundialmente.

Como o time nerazzurri manteve as portas abertas para possíveis negociações, o desenrolar das tratativas não deve ser tão complicados assim. Vale lembrar que as regras do calcio não permitem que atletas utilizem dispositivos como o cardiodesfibrilador interno (CDI), que foi instalado no coração de Eriksen após parada cardíaca na Euro.

Na Eredivisie essa questão não deve levantar nenhum problema, visto que o próprio Daley Blind, também do Ajax, precisou passar por uma cirurgia para inserção de um desfibrilador implantável subcutâneo. O defensor não apenas retornou normalmente aos gramados como tem status de pilar da defesa de Erik ten Hag.

O periódico citado acima ainda revelou que a Internazionale não espera conseguir nenhum tipo de compensação financeira com a possível negociação. A saída do jogador de 29 anos, no entanto, representaria um alívio de aproximadamente 7,5 milhões de euros anuais referentes ao salário do meia.

Christian Eriksen Inter de Milão Ajax Tottenham
Vínculo de Eriksen ao time nerazzurri vai até junho de 2024 / Marco Canoniero/GettyImages

Christian teve parte da sua formação de base no Ajax. Ele subiu ao time principal em 2010 e permaneceu até 2013, contabilizando 163 partidas, 32 gols e incríveis 65 assistências, antes de partir rumo ao Tottenham. Apesar do retorno estar sendo amplamente noticiado pela imprensa estrangeira, o próprio jogador ainda não detalhou quais serão seus próximos passos.

facebooktwitterreddit