Presidente eleito do Atlético-MG revela contratações prioritárias para primeiro ano de gestão

Fabio Utz
Washington Alves/Getty Images
facebooktwitterreddit

O ano de 2021 será o primeiro de Sérgio Coelho no comando do Atlético-MG. Pois o dirigente, em entrevista ao jornal Superesportes, informou que seguirá investindo forte no futebol do clube e que prioriza a contratação de quatro nomes para encorpar o plantel.

Pedro Vilela/Getty Images

Embora prefira não citar nomes desejados, ele revelou as posições que necessitam de reforços. "Um lateral-esquerdo é preciso ter como prioridade. Um volante é preciso ter. E, se houver uma oportunidade de trazer um grande camisa 10 e um grande camisa 9, estamos atentos ao mercado para que façamos as contratações nessas oportunidades”, destacou.

Pedro Vilela/Getty Images

No atual plantel do Galo, existe apenas um lateral-esquerdo de origem: Guilherme Arana. Já Allan e Jair são os únicos volantes. Quanto ao articulador e ao centroavante, Jorge Sampaoli não conta com nomes que possuam as características tradicionais das funções. Em relação a possíveis saídas, Coelho afirmou não ter conhecimento de nenhuma proposta. No entanto, o orçamento prevê a arrecadação de R$ 120 milhões com vendas de ativos. "Foi colocado um valor de venda com o dobro do valor de compra. Ou seja, 50% do valor recebido com vendas será para comprar novos atletas. E os outros 50%, serão para pagar dívidas e custeios”, completou.

Para mais notícias do Atlético Mineiro, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit