Presidente do Fluminense manda recado após conquista da Taça Rio: 'Tem que respeitar'

FBL-BRAZIL-FLAMENGO-FLUMINENSE
FBL-BRAZIL-FLAMENGO-FLUMINENSE | CARL DE SOUZA/Getty Images

Contrariando as expectativas e todos os prognósticos negativos que pairavam sobre a equipe antes da bola rolar, o Fluminense foi valente e superou o até então 'imparável' Flamengo de Jorge Jesus: após o 1 a 1 no tempo regulamentar, com gols de Gilberto e Pedro - um em cada etapa -, o Tricolor das Laranjeiras prevaleceu nas penalidades e sagrou-se campeão da Taça Rio, assegurando mais dois jogos até conhecermos o grande vencedor do Campeonato Carioca 2020.

Altamente celebrado dentro das quatro linhas, o título foi comemorado de forma contida pelo presidente do clube, Mario Bittencourt. Em entrevista concedida ainda no Maracanã, o mandatário manteve sua postura crítica e combativa, exaltando mais uma vez a 'boa luta' do Fluminense em meio à pandemia e homenageando famílias que perderam familiares e amigos para o coronavírus.

"Estamos felizes pela conquista, mas muita coisa errada. E a gente lutou pelo que é certo, desde o início. A gente lutou pela justiça, por preservar a saúde dos nossos profissionais, dos nossos funcionários, dos nossos atletas, mas fico muito feliz porque esses meninos merecem muito. Coroa a gente ter feito certo, coroa a dignidade. A gente ter se preocupado antes de qualquer coisa com a vida das pessoas. Fica a nossa homenagem às vítimas, aos familiares que ficaram, esse título é para eles e para o torcedor tricolor que está sempre do nosso lado", afirmou.

Ao final da entrevista, Mário pediu respeito ao Fluminense, que para muitos não teria chance de sequer competir diante do fortíssimo adversário: "Aproveitar esse momento para agradecer os torcedores que nos apoiaram durante todo esse tempo. E bateram recorde mundial de uma live para mostrar como o Fluminense é forte, é gigante e tem de ser respeitado", concluiu.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.