Presidente do Cruzeiro declara sonhar com prisão de cartolas da antiga diretoria do clube: “Vê-los na cadeia”

Antonio Mota
Sérgio Santos Rodrigues declaro: "Claro que desejo vê-los (Itair Machado e  Wagner Pires de Sá) na cadeia".
Sérgio Santos Rodrigues declaro: "Claro que desejo vê-los (Itair Machado e Wagner Pires de Sá) na cadeia". / DOUGLAS MAGNO/Getty Images
facebooktwitterreddit

Crise financeira, escândalos na Justiça, fama de mal pagador, imagem arranhada em todo o mundo, muitas polêmicas, Série B inédita e muitos problemas, Sérgio Santos Rodrigues assumiu a presidência do Cruzeiro, no final de maio deste ano, sabendo que não teria vida fácil. E, em entrevista ao UOL Esporte, publicada na manhã deste domingo (29), deixou claro que não esqueceu os nomes e que não perdoou quem deixou a Raposa assim.

Em declaração, o mandatário celeste afirmou que deseja que Wagner Pires de Sá e Itair Machado, ambos processados pela Justiça Mineira por crimes de ordem financeira contra o clube, sejam presos. Inclusive, para ele, não é tolerável que a dupla, a qual era responsável pela antiga gestão, ande “livremente tendo desviado o que desviaram".

O Cruzeiro 'se afundou' no ano passado.
O Cruzeiro 'se afundou' no ano passado. / Pedro Vilela/Getty Images

"Claro que desejo vê-los presos, mas não só como desejo pessoal meu, mas de toda torcida. Para servir de exemplo. Não é pessoal, por rancor ou ódio. Não tenho rancor ou ódio por ninguém. É como torcedor."

declarou Sérgio Santos Rodrigues.

Em sua entrevista, Sérgio Santos Rodrigues ainda comentou sobre os salários atrasados, negociações, possibilidades de voltar à elite nacional no ano que vem, títulos recentes, Felipão e muito mais – veja tudo no UOL Esporte.  

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit