Futebol Internacional

Presidente da Fifa evita definir prazo para novo Mundial de Clubes; competição, por enquanto, mantém fórmula

Fabio Utz
Chelsea é o atual campeão do torneio, disputado anualmente
Chelsea é o atual campeão do torneio, disputado anualmente / Matthew Ashton - AMA/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Congresso Anual da Fifa, realizado na véspera do sorteio dos grupos da Copa do Mundo, terminou com duas certezas a respeito do futuro do Mundial de Clubes promovido pela entidade. A primeira é de que a entidade ainda estuda um novo formato para a disputa. A segunda é que, por enquanto, ele segue como está, ocorrendo anualmente e sem prazo determinado para a mudança.

Gianni Infantino Presidente Fifa Congresso Copa Mundo Mundial Clubes Fórmula
Infantino quer Mundial com formato mais inclusivo e atrativo / Markus Gilliar/GettyImages

A Fifa reconhece que a competição não tem grande apelo junto a clubes europeus, ao contrário do que acontece com o restante do planeta. Por isso, a ideia é unir forças no sentido entender eventuais reivindicações e chegar a uma fórmula mais atraente, que atenda a interesses esportivos globais e, claro, comerciais.

"Com exceção da Europa, o Mundial de Clubes é algo importante para o mundo inteiro. Continuamos em busca de um formato que seja mais inclusivo e mais atrativo, que ajude no desenvolvimento do futebol no mundo inteiro."

Gianni Infantino em resposta ao GE

Há alguns anos, a mudança de fórmula do Mundial era tratada como prioridade pela entidade. Gianni Infantino, presidente da Fifa, projetava uma competição a cada quatro anos, com 24 participantes. No entanto, as tratativas ficaram estagnadas durante a pandemia. O assunto, aliás, sequer foi pauta do congresso. Por isso, as poucas novidades em relação ao torneio que tem o Chelsea como atual campeão

facebooktwitterreddit