Futebol Internacional

Premier League: os 5 destaques do clássico Liverpool x Manchester United que colocou time de Salah na liderança

Matheus Nunes
Dois gols e uma assistência: Mo Salah deu show em Anfield
Dois gols e uma assistência: Mo Salah deu show em Anfield / Clive Brunskill/GettyImages
facebooktwitterreddit

Nesta terça-feira (19), no Anfield, o Liverpool não tomou conhecimento do Manchester United e goleou o adversário por 4 a 0, com todos os gols marcados por atacantes - Luis Díaz, Mané e Salah (2). Com o resultado, os Reds ultrapassaram o Manchester City e lideram a Premier League com um jogo a mais do que o atual campeão.

Sem Cristiano Ronaldo - ausente após o falecimento de um dos seus filhos gêmeos -, os Red Devils tinham um grande desafio pela frente: quebrar a invencibilidade de oito jogos dos mandantes e se aproximar da briga por uma vaga na Champions League.

Os destaques do clássico em Anfield

1. Torcidas unidas para homenagear Cristiano Ronaldo

Aos sete minutos de jogo, os torcedores se levantaram para aplaudirem o camisa 7 português. A homenagem partiu da torcida do Liverpool, que gritou o nome do atacante, além de entoar o famoso "You'll never walk alone (Você nunca vai andar sozinho)", música de Gerry & The Pacemakers que virou hino dos Reds.

2. Fim do jejum

Os donos da casa construíram vantagem ainda no primeiro tempo, indo para os vestiários com 2 a 0 no placar após gols de Luis Díaz e Salah, sendo que este último concluiu uma rápida troca de passes e lindo passe de Mané. O egípcio não marcava há seis jogos e agora chegou a 30 na temporada - além de 12 assistências.

3. Thiago Alcântara ovacionado

O jogador de 31 anos ditou o ritmo no meio-campo, acertando belos passes e sendo eficiente na marcação. Aos 34 minutos da etapa final foi substituído por Keita sob aplausos da torcida.

4. Mais um clean sheet para Alisson

Alisson Becker, goleiro Liverpool
Gaúcho de 29 anos está em sua quarta temporada como goleiro do Liverpool / Clive Brunskill/GettyImages

O brasileiro chegou a 18 jogos sem sofrer gols, superando o compatriota Ederson, do Manchester City, que tem 17. O terceiro lugar nessa lista é ocupado por Lloris (Tottenham), Mendy (Chelsea) e Ramsdale (Arsenal), com 12.

5. Vitória categórica

O time de Jürgen Klopp dominou todos os 45 minutos iniciais, enquanto o de Ralf Rangnick não finalizou nenhuma vez. Mesmo com o resultado nas mãos, os Reds não deixaram de atacar. Mané ampliou aos 23 e Salah deu números finais ao duelo aos 40.

Desde o dia 1º de outubro que os Reds não sabiam o que era dormir na liderança do Campeonato Inglês. Agora eles aguardam o confronto entre Manchester City e Brighton nesta quarta-feira (20) e torcem por um revés do seu concorrente direto pelo título.

facebooktwitterreddit