Final da Libertadores 2021: Palmeiras x Flamengo

Por que o Flamengo merece ser o campeão da Libertadores de 2021?

Lucas Humberto
Gabigol e Bruno Henrique são dois dos maiores protagonistas do hegemônico Flamengo
Gabigol e Bruno Henrique são dois dos maiores protagonistas do hegemônico Flamengo / Wagner Meier/GettyImages
facebooktwitterreddit

Dizem que chegar ao topo é fácil. Difícil é se manter nele. A primeira parte do dito popular parece equivocada, você não acha? Futebolisticamente falando, qualquer torcedor sabe que alcançar o lugar mais alto do pódio pode ser tudo, menos simples. A segunda parte, por outro lado, não poderia ser mais verdadeira.

O futebol gosta de premiar a constância. A prova disso está no formato dos principais torneios nacionais do mundo: os pontos corridos. A configuração, claro, não agrada a todos, uma vez que o mata-mata tem a seu favor o aspecto da surpresa, do inesperado, da zebra. Em contrapartida, a estrutura baseada na pontuação acumulada ao longo de rodadas valoriza a regularidade.

E qual a relação disso com o Flamengo? A persistência para se manter no topo. Jorge Jesus e seu blazer digno de rockstar levaram o Rubro-Negro a outro patamar. Sem trocadilhos. E apesar de alguns altos e baixos desde que o Mister se despediu da Nação, o Mais Querido soube se reinventar. De novo. E de novo. E de novo...

Eliminado pelo Racing na Libertadores de 2020, queda na Copa do Brasil ante o Athletico-PR há poucas semanas, derrotas amargas no Brasileirão 2021 e, mesmo assim, você não encontraria uma pessoa sequer capaz de questionar o protagonismo flamenguista na América do Sul. Aliás, é justamente por isso que qualquer turbulência na Gávea se transforma num terramoto.

Flamengo Libertadores Palmeiras Final
Gabigol foi um dos protagonistas do título de 2019 / JUAN MABROMATA/GettyImages

O Palmeiras, rival deste sábado (27), claro, teve seu momento de brilhantismo em 2020. Dois títulos de expressão - Libertadores e Copa do Brasil - numa só temporada não é para qualquer um. No entanto, desde então, emplacou eliminações e, agora, enxerga a taça continental como única chance de troféu em 2021.

Mesmo entre altos e baixos - e às vezes até entre trancos e barrancos -, o Rubro-Negro se manteve no topo. E conquistar a América novamente é questão de justiça - característica que infelizmente nem sempre está presente dentro das quatro linhas. A grande decisão acontece logo mais, às 17h de Brasília, no estádio Centenário.

facebooktwitterreddit