Copa América

Peru cresce na Copa América, mas não deve ameaçar o Brasil em semifinal

Lucas Humberto
Dono de oito desarmes contra o Chile, Casemiro exerceu bom controle defensivo
Dono de oito desarmes contra o Chile, Casemiro exerceu bom controle defensivo / Wagner Meier/Getty Images
facebooktwitterreddit

Uma das semifinais da Copa América está definida: Brasil e Peru. Curiosamente, os dois finalistas da última edição irão disputar uma única vaga na grande final. Apesar do torneio de seleções sul-americano não ser brilhante tecnicamente falando, as duas seleções tiveram uma exibição, no mínimo, "interessante" nas quartas de final.

Do lado peruano, viu-se bom controle emocional depois de um tempo regulamentar com seis gols (3 a 3). Gianluca Lapadula e André Carrillo apareceram como principais destaques do time nacional, e podem desequilibrar nas semifinais. Contudo, a principal vulnerabilidade do Paraguai, bem explorada pelos comandados de Ricardo Gareca, foi justamente a faixa central do campo - espaço bem dominado por Fred e seus companheiros no plantel de Tite.

Gianluca Lapadula Peru Copa América Paraguai
Lapadula fez grande partida / MB Media/Getty Images

Aliás, Casemiro fez uma partida de altíssimo nível frente ao Chile. Com oito desarmes na conta, o volante "infernizou" o sistema ofensivo rival, auxiliou Ederson e ainda deixou Neymar e Lucas Paquetá em boas condições nos metros finais. Apesar da partida ter sido vencida por apenas 1 a 0, a impressão que ficou aos torcedores é que o jogador do Real Madrid controlou cada movimento dos adversários.

Ou seja, obviamente espera-se um grande e imprevisível duelo nas semifinais, afinal, estamos falando de um jogo envolvendo dois times nacionais de muita tradição. No entanto, a seleção brasileira ainda chega com um favoritismo considerável, justamente pela boa fase dos meio-campistas - setor esse onde os peruanos tendem a crescer.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit