Athletico-PR

Pedro Rocha estreia mal e é criticado por torcedores do Athletico: 'Brincou de perder gols'

Nathália Almeida
Athletico e Sport Recife ficaram no empate por 0 a 0
Athletico e Sport Recife ficaram no empate por 0 a 0 / ROBSON MAFRA/Agif/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Não teve emenda, soneto ou jeito: o domingo de futebol em terras canarinhas não foi nada inspirado. Além da inesperada suspensão de Brasil x Argentina - falamos em detalhes sobre isso aqui -, o único jogo da Série A do Brasileirão com bola rolando neste dia 5 de setembro terminou sem bola na rede: empate em 0 a 0 entre Athletico e Sport Recife, duelo disputado na Arena da Baixada.

Quem lamentou muito o resultado final foi o torcedor do Furacão, afinal, sua equipe jogava em casa e criou as oportunidades mais claras de gol durante os 90 minutos de partida. Nesse sentido, quem recebeu as críticas mais duras dos rubro-negros foi o estreante Pedro Rocha, que desperdiçou ao menos três grandes chances na partida.

O empate colocou um ponto final na sequência de derrotas do Athletico, mas não melhorou muito a situação de António Oliveira nos bastidores rubro-negros: apesar do ótimo início de temporada, o treinador luso já começa a ser questionado em virtude dos maus resultados da equipe no Brasileirão. O último triunfo da equipe paranaense na competição nacional aconteceu em 25 de julho, quando bateu o Internacional por 2 a 1. Desde então, foram sete partidas disputadas, com seis derrotas e esse empate contra o Sport Recife.

O que vem assegurando a continuidade de António Oliveira na Arena da Baixada é o desempenho satisfatório de sua equipe nos mata-matas: o Athletico está na semifinal da Copa Sul-Americana e a um empate de distância da semifinal da Copa do Brasil.

facebooktwitterreddit