Real Madrid

Passaporte europeu de Vinícius Júnior emperra e pode impedir ação do Real Madrid no mercado; entenda

Wéverton Rodrigues
Na temporada 2021/22, Vinicius marcou 22 gols pelo Real, sendo peça-chave nas conquistas de LaLiga e UCL
Na temporada 2021/22, Vinicius marcou 22 gols pelo Real, sendo peça-chave nas conquistas de LaLiga e UCL / Soccrates Images/GettyImages
facebooktwitterreddit

Cada clube europeu pode registrar até três jogadores de fora da União Europeia no elenco. Este é um aspecto do regulamento para estrangeiros que coloca em apuros muitos times na hora de fazer o planejamento para a temporada, especialmente visando a novas contratações para reforçar o plantel.

Hoje, o Real Madrid vive situação delicada por causa do atraso na retirada do passaporte europeu do jogador brasileiro Vinicius Júnior, que o faria sair da lista de extracomunitários do clube, abrindo nova vaga. Tendo completado 2 anos de residência na Espanha em 2020, Vini Jr, que recentemente foi campeão da UEFA Champions League 21/2022 com os Blancos, está apto a adquirir a dupla cidadania, mas fato é que a pandemia da Covid-19 é o principal motivo para a lentidão na retirada do processo. Eder Militão e Rodrygo também já podem obter o documento.

Com o processo para Vini Jr. se tornar cidadão europeu emperrado junto ao Governo da Espanha, uma destas três vagas será naturalmente preenchida pelo brasileiro - as outras são ocupadas hoje pelos outros dois brasileiros -, impedindo, assim, o time merengue de prosseguir com os planos para a temporada 22/2023 da forma como planejara. 

Sem poder avançar com os trâmites referentes ao passaporte do jogador brasileiro, o clube já se mostra cauteloso com a expectativa em torno da previsão da resolução do problema. O jornal As garante que o processo está sendo regularizado aos poucos, mas isso não deve, todavia, ser suficiente para se obter o documento antes mesmo de 2023.

Sem a dupla nacionalidade do camisa 20, o Real Madrid não poderá incluir nomes como o de Reinier e de Takefusa Kubo, contratados junto a Flamengo e FC Tokyo, respectivamente, vindos de empréstimo e que ainda não foram aproveitados, de fato, pelo clube espanhol.

Outrossim, a notícia afeta até mesmo uma possível chegada do também brasileiro Gabriel Jesus, cujo nome passou a ser especulado no clube nas últimas semanas e que, inclusive, chegou a ser oferecido ao time do técnico Carlo Ancelotti. Outro nome que seria impedido de desembarcar no Santiago Bernabéu é o de Raheem Sterling, jogador inglês do Manchester City que não irá permanecer no clube para a próxima temporada.

facebooktwitterreddit