Copa Libertadores

Palmeiras tem expressiva vantagem em duelos de mata-mata contra o Athletico-PR - veja o histórico

Fabio Utz
Partida desta terça-feira vale vaga à final da Libertadores de 2022
Partida desta terça-feira vale vaga à final da Libertadores de 2022 / Pedro Vilela/GettyImages
facebooktwitterreddit

Na noite desta terça-feira, só um sobreviverá. Palmeiras e Athletico-PR disputam classificação à final da Libertadores, e o Furacão, por ter vencido em casa por 1 a 0 o jogo de ida, entra em campo no Allianz Parque com a vantagem do empate. Mas você sabia que o encontro de paulistas e paranaenses em mata-mata não é exatamente uma novidade? Na história, esta é a sexta briga direta por vaga ou título entre os dois times. Nas cinco anteriores, o Verdão levou a melhor em quatro.

Abel Ferreira Técnico Palmeiras Libertadores Semifinal Athletico-PR
Abel Ferreira tenta colocar Verdão na terceira decisão seguida da Libertadores / Ricardo Moreira/GettyImages

O primeiro mata-mata entre Palmeiras e Athletico-PR se deu há 30 anos, nas quartas de final da Copa do Brasil de 1992. O time alviverde, com vitórias por 1 a 0 (fora de casa) e 3 a 1 (de mandante), avançou no torneio. Nas oitavas da Copa do Brasil de 2010 a equipe paulista voltaria a se dar melhor, ganhando por 1 a 0 em seus domínios e empatando em 1 a 1 fora. Nas quartas da edição 2012 do torneio nacional, mais uma vez deu Verdão: empate em 2 a 2 como visitante e triunfo por 2 a 0 frente ao seu torcedor.

Luiz Felipe Scolari Técnico Athletico-PR Semifinal Libertadores Mata-mata
Felipão quer levar Furacão para uma uma final que não vem desde 2005 / Pedro Vilela/GettyImages

Por fim, em 2022, os comandados de Abel Ferreira se sobressaíram na decisão da Recopa Sul-Americana. Empate em 2 a 2 na Arena da Baixada e vitória por 2 a 0 no Allianz Parque garantiram o título. A única vez em que o Athletico-PR se deu melhor sobre o Palmeiras foi nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2013. A equipe perdeu por 1 a 0 fora de casa, mas aplicou 3 a 0 na volta e ficou com a vaga.

Para mais notícias do Palmeiras, clique aqui.

Para mais notícias do Athletico-PR, clique aqui.

facebooktwitterreddit