Copa Libertadores

5 provas que o Palmeiras é o melhor time da Libertadores 2022

Antonio Mota
Atual bicampeão da América, o Palmeiras de Abel Ferreira continua fazendo história na Libertadores.
Atual bicampeão da América, o Palmeiras de Abel Ferreira continua fazendo história na Libertadores. / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Palmeiras fez mais uma vítima na Conmebol Libertadores de 2022 na noite da última terça-feira, 24, ao golear o Deportivo Táchira por 4 a 1, no Allianz Parque, pela sexta e última rodada do Grupo A. Com o resultado, o Alviverde Paulista confirmou a melhor campanha da fase de grupos e, além disso, ainda atingiu mais duas marcas históricas na principal competição da América do Sul, em uma sequência que certamente o coloca como o favorito entre os melhores desta Libertadores.

1. Melhor campanha da história da fase de grupos da Libertadores

Abel Ferreira tecnico Palmeiras
Time de Abel Ferreira não deu chances aos adversários no Grupo A da Libertadores / Ricardo Moreira/GettyImages

O Palmeiras superou o Boca Juniors de 2015 e agora é dono da melhor campanha da fase de grupos da história da Libertadores. Neste ano, o Verdão conquistou os 18 pontos possíveis e ficou com 22 gols de saldo – marcou 25, sofreu três. Os Xeneizes também obtiveram todos os pontos naquela edição da copa, mas com um saldo de gols menor: 17.

É válido frisar que apenas quatro times na história conseguiram 100% de aproveitamento na fase de grupos da Libertadores com seis jogos: o Vasco em 2001, o Santos em 2007 e o Boca em 2015, além do Palmeiras de 2022.

2. Melhor ataque da história da fase de grupos da Libertadores

Rony Palmeiras  Libertadores
Vai um gol aí? Rony virou o maior artilheiro do Verdão na Libertadores / Ricardo Moreira/GettyImages

Para além dos pontos, o Palmeiras também encerrou a participação no Grupo A como o melhor ataque da história da primeira fase da Libertadores. Foram 25 marcados em apenas seis jogos – média de 4,16 tento por partida. O Verdão superou o River Plate de 2020, que colocou 21 bolas no fundo das redes na fase de grupos daquele ano.

Vai um gol aí?

3. A briga pela artilharia de todos os tempos

Rony Veiga Libertadores Palmeiras Alex Raphael
Rony e Veiga deixaram o histórico Alex para trás na artilharia alviverde na Libertadores / SEBASTIAO MOREIRA/GettyImages

O Palmeiras versão 2022 também tem acompanhado uma disputa interna muito proveitosa: a corrida pela artilharia histórica do clube na Libertadores. Até aqui, Rony e Raphael Veiga, ambos com 14 gols, superaram o lendário meia Alex (12 gols), destaque na primeira campanha vitoriosa do clube na copa, em 1999, e assumiram a liderança do ranking.

A disputa promete.

4. Palmeiras tem o goleador desta Libertadores

Rafael Navarro Libertadores Palmeiras
Rafael Navarro já tem sete gols nesta Libertadores / NELSON ALMEIDA/GettyImages

Para além da corrida histórica no Allianz Parque, o Palmeiras também tem o principal artilheiro desta edição da Libertadores: Rafael Navarro, com sete gols. E mais, Raphael Veiga, também do Verdão, é o vice-artilheiro, com seis. É a força do ataque do clube.

5. Melhor visitante da história da Libertadores

Gustavo Scarpa, Rafael Navarro, Ze Rafael Palmeiras  Libertadores
O Palmeiras é um visitante "chato" na Libertadores / Ricardo Moreira/GettyImages

O Palmeiras também ampliou marca emblemática nesta edição da Libertadores, a de melhor visitante de todos os tempos da competição. O clube de São Paulo não perde longe do seu território na copa há 18 partidas – ou desde 2019, quando foi superado pelo San Lorenzo, por 1 a 0, na Argentina.

Nesta temporada, Deportivo Táchira, na Venezuela, Independiente Petrolero, na Bolívia, e Emelec, no Equador, já sentiram o gosto amargo de receber o Verdão.

facebooktwitterreddit