Copa Libertadores

Palmeiras faz 8 a 1, com gol de placa de Raphael Veiga, e Rafael Navarro vira artilheiro da Libertadores

Bia Palumbo
Rafael Navarro anotou um 'poker' diante do Independiente Petrolero
Rafael Navarro anotou um 'poker' diante do Independiente Petrolero / NELSON ALMEIDA/GettyImages
facebooktwitterreddit

Nada como um dia após o outro. A velha máxima pode ser um dos lemas de Rafael Navarro no Palmeiras. O centroavante que completa 22 anos nesta semana se destacou no Botafogo campeão da Série B em 2021, assinou com o Verdão nesta temporada e viveu um jejum de 12 partidas sem marcar até 'desencantar' contra o Deportivo Táchira na estreia da Libertadores, na última semana. Nesta terça-feira (12) ele ganhou nova chance como titular e correspondeu com quatro gols na vitória por 8 a 1 sobre o Independiente Petrolero no Allianz Parque.

José Correa abriu o placar para os bolivianos, Zé Rafael garantiu o empate ainda na primeira etapa, mas no segundo tempo o ex-jogador do Botafogo anotou três gols em um intervalo de nove minutos e depois marcou mais um. Ele ainda deu assistência para Rony ampliar e ainda deu tempo de Raphael Veiga fechar a conta com dois golaços, sendo um sem pulo de canhota e uma batida de falta. Este foi o placar mais elástico do alviverde na história do torneio.

Com o desempenho desta noite, Navarro chegou a seis gols no total, tornando-se o principal artilheiro do time na Libertadores e já é o segundo goleador do time na temporada, atrás apenas de Raphael Veiga, que é o batedor oficial de pênaltis e balançou a rede 11 vezes em 2022.

Assim como na estreia, quando goleou o Deportivo Táchira por 4 a 0, o técnico Abel Ferreira cumpriu suspensão pela expulsão na Recopa Sul-Americana mas escalou um time alternativo, preservando titulares como Murilo, Danilo, Raphael Veiga e Dudu. O auxiliar João Martins ficou à beira do gramado contra os bolivianos.

facebooktwitterreddit