Lionel Messi

Os pilares contratuais para a renovação de Lionel Messi com o Barcelona

Vitor Beloti
Leo Messi ainda não definiu seu futuro.
Leo Messi ainda não definiu seu futuro. / David Ramos/Getty Images
facebooktwitterreddit

O assunto mais quente do mundo do futebol está de volta à ação. Com o final da temporada, uma infinidade de rumores reaparecem das cinzas - a grande maioria são falsos - sobre o futuro próximo de Leo Messi.

Como falávamos há alguns meses aqui no 90min, a renovação de Messi não consistirá apenas em acertar um valor, prorrogar o contrato por mais alguns anos, assinar e tirar uma foto em frente ao escudo do Barça. Não é tão fácil. O atual presidente Joan Laporta consultou três economistas do Barcelona que desenharam um acordo que a esta altura parece definitivo.

Em primeiro lugar, você deve esquecer o termo vida esportiva e começar a usar a palavra vida. O Barça pretende vincular o jogador argentino ao clube após sua aposentadoria como jogador profissional de futebol. Os economistas têm garantido e verificado a rentabilidade da marca “Leo Messi”, que continuará a trazer benefícios ao clube mesmo que não esteja em campo.

Joan Laporta, Lionel Messi
Messi e Laporta conversam sobre a permanência do craque argentino no clube catalão. / Soccrates Images/Getty Images

O contrato consistiria em uma redução salarial, acompanhada daquela indefinição que já mencionamos. Além disso, parece viável ter Messi ligado ao Barça para o resto da vida sem a necessidade de lhe pagar um salário, apenas com uma porcentagem dos benefícios anuais que são alcançados com sua marca.

Os economistas conseguiram identificar as áreas fundamentais em que ambas as partes devem colaborar para maximizar os lucros: Fundação FCB e Fundação Leo Messi, Barça Academy, BL&LM (e-commerce, merchandising, etc) e Barça Corporate (Barça_Studios / Barça Innovation Hub).

Toda esta nova onda de informações indica que a estrela argentina continuará por mais alguns anos vestindo o uniforme do Barça. Todos sabíamos que a derrota frente ao Celta de Vigo não seria o seu último jogo como blaugrana.

facebooktwitterreddit