Botafogo

Os números recentes que perturbam o ambiente do Botafogo para a sequência da temporada

Antonio Mota
Ataque ineficiente e defesa frágil: veja os números do Botafogo nas últimas dez partidas.
Ataque ineficiente e defesa frágil: veja os números do Botafogo nas últimas dez partidas. / Wagner Meier/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Botafogo perdeu para o América-MG por 2 a 0, no Estádio Nilton Santos, na noite da última quinta-feira, 14, e deu adeus à Copa do Brasil. Com o resultado, o Alvinegro Carioca se despediu de maneira melancólica da principal competição mata-mata do país, já que, além da queda precoce na copa, viu o rival avançar às quartas de final com um placar agregado de 5 a 0. A fase não é boa em General Severiano.

Nas últimas 10 partidas, o Glorioso somou sete derrotas e apenas três vitórias. E mais, o time emplacou somente um triunfo (1 a 0 contra o Red Bull Bragantino, pelo Campeonato Brasileiro) em seus cinco compromissos mais recentes. A vitória isolada, aliás, marcou o último jogo em que o clube foi às redes, algo que não acontece há duas partidas e que foi visto apenas uma vez nos últimos cinco embates da equipe.

O Botafogo de Luís Castro tem encontrado sérias dificuldades para ameaçar o gol dos adversários. Nos últimos 39 dias, do início do mês passado até hoje, o clube entrou em campo dez vezes e passou em branco em seis: contra Palmeiras (4 a 0), Avaí (1 a 0), Fluminense (1 a 0), América-MG (3 a 0 e 2 a 0) e Cuiabá (2 a 0). A equipe marcou gol na derrota para o Goiás (2 a 1) e nas vitórias contra São Paulo (1 a 0), Internacional (3 a 2) e Bragantino (1 a 0).

Além do baixo aproveitamento no ataque (6 gols), o Glorioso também não mostrou grande eficiência na defesa, já que sofreu 17 tentos nesses 10 jogos, o que gera uma média de 1,7 gol sofrido por partida. A média de tentos marcados do time é inferior a um por confronto.

facebooktwitterreddit