Futebol brasileiro

Os números de Dorival Júnior em sua passagem pelo Athletico-PR, rival do Flamengo neste final de semana

Antonio Mota
Em grande forma no Flamengo, Dorival Júnior trabalhou no Athletico em 2020.
Em grande forma no Flamengo, Dorival Júnior trabalhou no Athletico em 2020. / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Em grande fase no Flamengo, Dorival Júnior vai reencontrar o Athletico-PR na tarde deste domingo, 14, no Maracanã, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Velho conhecido no Sul, o treinador do Fla comandou o Furacão há poucos anos, em 2020, e teve na Arena da Baixada o seu último trabalho antes de ser convidado pelo Ceará e acabar com longo período afastado dos gramados.

Dorival somou passagem pelo Athletico no início desta década, quando voltou a trabalhar após deixar o próprio Mais Querido, no final de 2018, e de se afastar do futebol para tratar de câncer na próstata. O técnico trabalhou oito meses no clube. Em seguida, ficou cerca de um ano e sete meses parado antes de assinar com o Vozão, já nesta temporada.

Dorival Junior perdeu a Supercopa do Brasil para o Flamengo em 2020.
Dorival Júnior trabalhou oito meses no Athletico em 2020. / Alexandre Schneider/GettyImages

Em sua trajetória em Curitiba, Dorival comandou o Furacão em jogos da Supercopa do Brasil (título que perdeu para o próprio Flamengo), do Campeonato Paranaense, da Conmebol Libertadores e do Campeonato Brasileiro. Foram 18 jogos no total, com nove vitórias, três empates e seis derrotas – fechando, assim, com um aproveitamento de 55%.

Dorival chegou ao Flamengo há poucos meses, em junho, após passagem pelo Ceará, e desde então, liderou o time em 18 partidas, com 13 triunfos, um empate e quatro derrotas (74% de aproveitamento). O momento do técnico é excelente e, inclusive, o possibilita superar marca de Jorge Jesus no Rio de Janeiro.

Flamengo e Athletico vão se enfrentar no Maracanã, na tarde deste domingo, 14, pela 22ª rodada do Brasileirão. Atualmente, o Fla é o quinto colocado na tabela da liga nacional, com 36 pontos, um a menos que o próprio Furacão, que abre o G-4.

facebooktwitterreddit