Futebol brasileiro

Os feitos e marcas de Fábio, hoje no Fluminense, atuando no Mineirão com a camisa do Cruzeiro

Antonio Mota
Em boa forma no Fluminense, Fábio encara o Cruzeiro e reencontra o Mineirão. Veja feitos do goleiro no estádio.
Em boa forma no Fluminense, Fábio encara o Cruzeiro e reencontra o Mineirão. Veja feitos do goleiro no estádio. / Wagner Meier/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um dos maiores ídolos da história do Cruzeiro, o goleiro Fábio, hoje no Fluminense, vai encarar grandes emoções na noite desta terça-feira, 12, no Mineirão, em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Isso porque o experiente camisa 12 vai reencontrar pela primeira vez o ex-clube e torcedores da Raposa no estádio onde tanto fez história ao longo das últimas décadas.


Fábio defendeu o Cruzeiro durante cerca de 17 anos, em duas passagens entre 1999 e 2000 e 2005 e 2021, e neste período entrou em campo 976 vezes pela equipe. O goleiro ainda conquistou 12 títulos pelo clube, em uma conta que inclui dois Campeonatos Brasileiros e três Copas do Brasil, além de sete edições do Campeonato Mineiro. É uma lenda viva da Celeste e também do Mineirão.

Durante a longa e vitoriosa jornada no Cruzeiro, Fábio marcou época e alcançou feitos expressivos no Gigante da Pampulha. O arqueiro, hoje com 41 anos e no Flu, é o jogador com mais partidas na história do Mineirão (402) e, além disso, ostenta a façanha de ter agarrado 19 pênaltis no estádio, onde conquistou sete títulos ao longo da estada na Raposa.

O camisa 12 conquistou os troféus de cinco Campeonatos Mineiros (2006, 2008, 2009, 2014 e 2018), um Brasileirão (2014) e uma Copa do Brasil (2017) no estádio. Vale notar, ainda, que a taça da Série A de 2013 também foi erguida no Mineirão – apesar de ter sido sacramentada em Salvador, na Bahia. Com Fábio do outro lado, o Cruzeiro vai tentar desbancar o Fluminense e seguir vivo na Copa do Brasil. A Celeste perdeu por 2 a 1 no Maracanã e agora precisa da vitória para ter chances de classificação.

facebooktwitterreddit