Brasileirao Série A

Os destaques da goleada do Flamengo sobre o Atlético-GO pelo Brasileirão

Bia Palumbo
Vidal fez o primeiro jogo dele como titular do Fla
Vidal fez o primeiro jogo dele como titular do Fla / Buda Mendes/GettyImages
facebooktwitterreddit

A torcida lotou o Maracanã e o Flamengo retribuiu o carinho com um 4 a 1 sobre o Atlético-GO neste sábado (30), pela rodada de abertura do returno do Campeonato Brasileiro, resultado que colocou o rubro-negro no G-4.

O placar foi construído basicamente no primeiro tempo, quando o Fla abriu 4 a 0, sendo que marcou dois gols em um intervalo de dois minutos. Lázaro balançou a rede logo aos 22 e, no lance seguinte, Marinho ampliou. O recém-contratado Vidal marcou o primeiro dele com a camisa rubro-negra ao converter pênalti e Victor Hugo ainda deixou o dele nos acréscimos.

O Dragão só conseguiu diminuir no final da partida, com Wellington Rato, e ainda deu tempo de Luiz Fernando - que estava no banco - ser expulso por reclamação.


Os destaques de Flamengo 4 x 1 Atlético-GO

1. Vidal

Contratado neste mês, o chileno de 35 anos estreou como titular e atuou os 90 minutos. Esta foi a terceira vez que ele entrou em campo e até então está invicto - atuou por 12 minutos no 2 a 1 sobre o Avaí em Florianópolis e depois 30 minutos no empate sem gols diante do Athletico-PR.

2. Marinho

Marinho, atacante do Flamengo
Marinho fez o terceiro gol dele pelo Fla, o segundo no Brasileirão / Buda Mendes/GettyImages

Contratado como reforço de peso após se destacar no Santos, o atacante pouco utilizado por Paulo Sousa vem ganhando cada vez mais espaço com Dorival Jr e desta vez correspondeu de forma decisiva - marcou o segundo gol e ainda sofreu a penalidade que Vidal converteu.

3. Victor Hugo

Joia da base, o meia-atacante de 18 anos que se profissionalizou nesta temporada também saiu de campo com um gol e assistência na conta.

4. Dorival Júnior

5. A torcida

A nação rubro-negra mostrou mais uma vez que faz a diferença e novamente abraçou o time desde o início. No total foram 59 mil pagantes e um público total de 64.040, com uma renda de R$ 2.470.440,25.

A arbitragem capitaneada por Caio Max Augusto Vieira ainda foi questionada por ambas as equipes, principalmente por lances em que o atacante Léo Pereira e o meio-campista Willian Maranhão acertaram Everton Cebolinha e Marinho, respectivamente. O rubro-negro pediu a expulsão de ambos, porém os atletas receberam apenas cartão amarelo.

Com este resultado, o Fla atingiu 33 pontos e pulou para o 4º lugar, mas a permanência no G-4 ainda depende do complemento da rodada, pois o rubro-negro pode ser ultrapassado por Atlético-MG e Athletico-PR.

Na outra ponta da tabela, por sua vez, o Atlético-GO continua na zona de rebaixamento. São 17 pontos, três a menos do que o Cuiabá (17º). Juventude e Fortaleza completam o Z-4.

facebooktwitterreddit