Os destaques da campanha do Santos, primeiro finalista do Paulistão Feminino 2022

Nathália Almeida
Cristiane é a grande artilheira do Paulistão Feminino
Cristiane é a grande artilheira do Paulistão Feminino / LEONARDO SGUACABIA/Photopress/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Ativo há longa data no trato, no investimento e no desenvolvimento da modalidade, o Santos é um dos gigantes com mais tradição e currículo também quando o assunto é futebol feminino. Pela Vila Belmiro, já vimos passar algumas das maiores jogadoras do esporte, sendo que uma delas segue em grandíssima forma vestindo a camisa alvinegra: Cristiane, segunda maior artilheira da história da Seleção Brasileira Feminina.

Na noite do último domingo (11), o Peixe visitou o Morumbi para encarar o São Paulo, pelo segundo e decisivo duelo de semifinal do Paulistão Feminino. Por terem vencido a ida na Vila Belmiro por 1 a 0, as Sereias da Vila precisavam apenas de um empate na casa rival para sacramentar classificação à grande decisão, mas fizeram mais do que isso: venceram por 3 a 2, não dando margem para dúvidas sobre quem merecia esta vaga na final do principal Estadual do país.

O destaque da noite foi, mais uma vez, a estrela da companhia: inspirada, Cristiane marcou dois dos três tentos do Santos no Morumbi e chegou à surreal marca de 19 gols neste Paulistão Feminino, artilheira isolada da competição. Em excelente forma física e técnica, a artilheira vem provando que idade é só um número, e que ainda tem muito a contribuir para o esporte e para seu clube.

Além de Cristiane, destacam-se também a volante Brena, capitã da equipe, e a meio-campista Thaisinha. Entrosada e diferenciada tecnicamente, esta forte trinca alvinegra vem mostrando ser capaz de conduzir e liderar o Peixe rumo a mais uma conquista no futebol feminino.

Por outro lado, o sistema defensivo santista precisará elevar o nível e fazer adaptações visando a grande final, seja ela contra Palmeiras ou Ferroviária, que se enfrentam nesta segunda (12) valendo a segunda vaga na decisão. Os números gerais não são ruins - 12 gols sofridos em 13 jogos -, mas em um jogo de taça, erros como os cometidos no Morumbi não podem acontecer.

A grande final do Paulistão Feminino acontece em sistema de ida e volta, com jogos programados para os dias 15 e 21 de dezembro, respectivamente.

facebooktwitterreddit